O Planeta TV

Para autor de Segundo Sol, Roberval não é vilão: "No fundo, é um carente"

O personagem, no entanto, poderá ter um final trágico.

por Redação, em 19/08/2018

Roberval (Fabrício Boliveira). Foto: TV Globo

Para o público, Roberval (Fabrício Boliveira) é mau-caráter. Mas para o autor João Emanuel Carneiro, o personagem é "um carente". "Essa é a história de uma família decomposta, desfuncional, que vai acabar ficando junta. Ao comprar a casa de Severo (Odilon Wagner), ele monta uma família às avessas, vão todos morar juntos, já que não têm para onde ir. Não vejo uma trama de vilania, ele não tem esse propósito. No fundo, Roberval é um carente", disse Carneiro ao jornal O Globo.

Nos próximos capítulos de Segundo Sol, Roberval comprará a mansão da família Athayde, totalmente falida, e fará questão de esnobar todos os moradores. Roberval fará com que os ex-patrões virem seus empregados.

A atitude de Roberval é uma vingança em relação a todo o período de sua vida em que foi tratado como inferior, desprezado e criado como filho da empregada por ser negro.

O destino de Roberval deve ser trágico. Comenta-se nos bastidores que o autor desistiu de matar Remy, interpretado por Vladimir Brichta, e outro personagem morrerá, dando início ao famosos: “quem matou?”. Se esse papel for Roberval, provavelmente, acontecerá na parte final da novela, pois antes, o autor pretende contar a redenção do personagem que, para ele, é apenas um carente.

Segundo Sol será uma novela curta, de 155 capítulos. O último capítulo será exibido no dia 9 de novembro. Ontem, 18/08, foi ao ar o capítulo de nº 84.



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade