O Planeta TV

"Mudei a história da televisão brasileira", diz Tiago Santiago

Autor comenta afastamento da TV: "Parte de um plano divino".

por Redação, em 29/11/2017
Publicidade

Tiago Santiago. Foto: Divulgação

Após mais de uma década como roteirista da Globo, Tiago Santiago deixou a emissora e estreou como titular na Record TV, com A Escrava Isaura (2004). Depois de escrever sua primeira trama original, Prova de Amor (2005/2006), e supervisionar o texto de Bicho do Mato (2006/2007), o autor lançou seu projeto mais ousado: Caminhos do Coração (2007/2008), que inaugurou a saga Os Mutantes. "Eu sou realmente um dos roteiristas de maior sucesso da minha geração, mudei a história da televisão brasileira. E hoje em dia não me contratam", disse ele.

Em entrevista ao UOL, diretamente de Los Angeles, onde vive, Tiago exaltou sua importância na revitalização da dramaturgia da Record. "Eu montei aquele núcleo. A vinda do Alexandre Avancini (diretor de Prova de Amor, Os Dez Mandamentos) e toda estruturação do departamento de efeitos especiais foram fundamentais para a continuidade deste sucesso. Eu acho que realmente não teriam acontecido as novelas bíblicas se não fosse Os Mutantes", disse ele, garantindo que também levou para a emissora autoras como Vivian de Oliveira (Os Dez Mandamentos) e Cristianne Fridman (Chamas da Vida, Vidas em Jogo).

Após um desgaste na Record, o autor assinou com o SBT, onde realizou Uma Rosa com Amor (2010) e Amor e Revolução (2011). “Passei mais de três anos escrevendo para cumprir meu contrato. Eu cumpri minha parte e o SBT não cumpriu com a sua, que é de produzir esses trabalhos. Se o SBT produzir os trabalhos não existe mais razão para perseguir isso na Justiça. São trabalhos excelentes, que poderiam colocar o SBT na liderança”, afirmou. "Eu tenho quatro das seis maiores médias da Record. Toda minha carreira de 14 anos como roteirista na Rede Globo foi pontuada por enormes sucessos. No SBT, creio que eu deixei um núcleo mais sólido, estruturado. Não sei porque não me contratam mais. Talvez não me contratem na Globo porque eu ajudei a montar a Record, talvez não me contratem na Record porque eu decidi ir para o SBT, e no SBT só tem espaço para a Televisa e Dona Iris (Abravanel) hoje em dia. Será que é isso? Pode ser, mas eu acho isso tão pequeno de considerar”, desabafou - "Sabe o que penso de tudo isso? Me sinto trazido para cá (EUA), sinto que faz parte de um plano divino que eu não seja contratado nesse momento para eu poder me dedicar a essa nova carreira no cinema”.


Deixe o seu comentário


Publicidade


Comentários (21) Postar Comentário

ALan Ribeir0 comentou:

mudou tanto que não até embora do pais foi kkkkkk conta outra

Suave na Nave comentou:

Po gostei das novelas dele na Record e até Olho no Olho que tinha co-produção dele, porem foi pro SBT ficar de enfeite

THIAGO SÃO TOMÉ comentou:

A modéstia passou longe. Talvez não o contratem por ele se achar a Janete Clair de calças. Seja na Globo, na Record, no Sbt, no escritório de contabilidade ou no mercadinho da esquina é necessário possuir uma certa humildade para exercer a profissão. Se os trabalhos fossem tão excelentes, alguém já teria notado e produzido. Menos é mais.

VANY VENENO comentou:

Olha o nome das novelas que colocariam o Sbt na liderança: Mariana e o Lobisomem e O Super Poder do Amor. Além da série Ela m Gênio. O que pode se esperar ? Acho que não são tão incríveis assim...

Diego (The One and Only) comentou:

"Eu sou realmente um dos roteiristas de maior sucesso da minha geração, MUDEI A HISTÓRIA DA TELEVISÃO BRASILEIRA."
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
para né migo, ta passando vergonha!!!

Lavínia comentou:

QUANTA PREPOTÊNCIA!

Original comentou:

Síndrome Aguinaldo Silva: amo a mim mesmo e isso me basta! Esses autores têm os egos infladíssimos. Menos, amores, bem menos!

Beh comentou:

Devia voltar para a Record, produzindo uma novela "normal". Chega de bíblica! A Record devia encerrar essa temática com Apocalipse. Ou pelo menos dar um descanso

Maria comentou:

SBT na liderança? Hum...

Filipe comentou:

Isso que eu chamo de autoestima.


Michel respondeu:

autoestima é uma coisa. Ego inflado é outra. Não confunda



Publicidade

Veja também

Publicidade