O Planeta TV

Confira os detalhes da segunda temporada da série Segredos de Justiça

Glória Pires está de volta ao Fantástico neste domingo.

por Redação, em 01/06/2017

Andrea (Gloria Pires) e Maurício (Marco Ricca). Foto: Globo

Glória Pires está de volta ao Fantástico neste domingo, dia 04 de junho. O programa estreia a segunda temporada de Segredos de Justiça, série baseada em histórias do livro “A Vida não é justa”, da juíza de vara de família Andréa Pachá. Nesta temporada, a novidade fica por conta da vida pessoal da juíza, que ganha espaço nos episódios. “Os autores trouxeram o lado pessoal dela. A família, os filhos, o ex-marido e todos os problemas que acontecem na vida de todo mundo, humanizando ainda mais a figura dessa juíza”, conta Glória. “Cada um dos cinco episódios tem uma história familiar da juíza que se relaciona com a que está sendo discutida no tribunal”, antecipa o diretor-geral Pedro Peregrino.
 
Outra característica dessa temporada é a busca por histórias ainda mais densas. “Processos de separação por conta de traição serão muito vistos nessa temporada, mas a traição é só o disparador do processo e não o tema do episódio”, conta Rafael Dragaud, que assina a direção artística. “Temos, por exemplo, um caso de paixão homoafetiva, outro de paranoia de um parceiro por ciúmes provocado por uma mensagem em rede social e a insatisfação sexual na terceira idade. Todos acabam em uma discussão sobre traição, seja ela real ou virtual”, explica. 
 
O episódio de estreia conta a história de Ana Amélia (Nívea Maria) e Adolfo Pimenta (Osmar Prado). Depois de 42 anos de casados e 50 de convivência, eles vão parar no tribunal para assinar a separação porque o marido descobre que a esposa mantinha um perfil virtual na internet, ‘Safadinha 22’, com o qual realizava as suas fantasias. “Desde que a gente casou, eu nunca estive com outro homem. Tem coisas que por toda a vida eu quis fazer e não pude. Um pouco porque você não quis e um tanto porque eu não me permitia. Mas eu nunca te traí de verdade – não da maneira que você imagina”, explica Amélia, lamentando a separação exigida pelo marido. Em paralelo à história mostrada no tribunal, o episódio mostra a juíza, recém-separada do marido Maurício (Marco Ricca), sozinha pela primeira vez durante o final de semana porque os filhos adolescentes Laura (Arianne Botelho) e Tomaz (Andre Lamoglia) viajam com o pai.
O formato de falso docudrama se mantém. Em cada um dos cinco episódios da série, atores convidados constroem o enredo, reconstituindo os casos. Além de Nívea Maria e Osmar Prado, que estrelam o episódio de estreia, há a participação de Andreia Horta, Malu Mader, Dira Paes, Bianca Bin, Cassio Gabus Mendes, Fabiula Nascimento, Bruno Garcia, Bianca Byington, Marcos Veras e Alejandro Claveaux. A família da juíza é formada pelos atores Marco Ricca, Arianne Botelho e Andre Lamoglia.

Adolfo (Osmar Prado) e Ana Amélia (Nívea Maria). Foto: Globo

A juíza Andréa Pachá, autora do livro que inspirou a série, também participa dos episódios, dando depoimentos como ela mesma. “Dessa vez eles escolheram as histórias mais densas e mais complexas do livro. A Glorinha incorporou a personagem da juíza, fiquei impressionada com a forma como ela compreendeu a complexidade e a delicadeza dos conflitos”, conta Andréa. “Espero que essas histórias cheguem a muitas pessoas porque são muito frequentes nas varas de família. O tratamento dado a elas no roteiro e o trabalho dos atores e da direção ajuda a contar essas histórias de uma maneira suave, delicada e afetiva”, conclui a juíza.
                                                                               
A segunda temporada de Segredos de Justiça estreia no próximo domingo, dia 4 de junho, no Fantástico. A série de cinco episódios tem direção artística de Rafael Dragaud e direção geral de Pedro Peregrino.



Publicidade

Comentários (2) Postar Comentário

Igor comentou:

Podia virar série idenpendente do fantástico com episódios maiores. Conteúdo não falta. Poderiam exibir as terças após a força do querer, iria ser muito melhor que Mr Brau.

Michel comentou:

Essa série dentro do Fantástico é melhor do que muitas independentes. Muito bem escrita e muito bem feita.

Veja também

Publicidade