O Planeta TV

Carcereiros: Qual é o preço da liberdade?

A série vai ao ar às terças-feiras, logo após "Cine Holliúdy".

por Redação, em 14/05/2019

Foto: Globo/Ramón Vasconcelos

Para alguns presidiários da Penitenciária Filinto Prates, que finalmente têm a chance de deixar a vida entre grades, o preço pode ser a própria vida. No episódio de ‘Carcereiros’ que vai ao ar nesta terça-feira, dia 14, Adriano (Rodrigo Lombardi) não se conforma ao constatar isso. Uma situação estranha coloca o carcereiro para pensar e agir, na tentativa de impedir que mais um homem morra sem uma razão aparente. Tudo começa quando a advogada Ingrid (Malu Bierrrebach) aparece na penitenciária contando sobre sua atuação junto a uma ONG que trabalha para liberar presos com penas vencidas. À primeira vista, o que parece ser uma boa notícia acaba se transformando em tragédia: sempre que um homem vai para a rua, ele é assassinado instantes depois. É a deixa para que Adriano comece a juntar as peças e descubra a verdade por trás das mortes.

Fora do trabalho, a vida também não está fácil para o agente penitenciário. Lívia (Giovanna Rispoli), em um momento de desespero, pede ajuda ao pai para procurar Lucas (Matheus Fagundes), que está desaparecido. Adriano manda a filha se afastar do rapaz, em quem não confia. Mas quando a adolescente confidencia que o namorado anda fumando crack, o carcereiro cede. Os dois saem à noite e acabam trombando com Lombriga (João Côrtes, em participação especial), outro usuário da droga, que coloca a vida de Lívia em risco. Já Janaína (Mariana Nunes) é outro assunto que pega o carcereiro de surpresa. Uma noite, em casa, ele recebe a visita da nova sogra da professora, que faz uma revelação: o filho que Janaína espera é de Adriano.

A segunda temporada de ‘Carcereiros’ vai ao ar às terças-feiras, logo após ‘Cine Holliúdy’. A série é escrita por Fernando Bonassi, Marçal Aquino e Dennison Ramalho, ao lado de Marcelo Starobinas, Aly Muritiba e Paulo Lins, e tem direção geral de Eduardo Belmonte. Livremente inspirada na obra de Drauzio Varella, é uma coprodução da Globo com a Gullane e a Spray Filmes, e conta com direção de episódios de Belmonte, Aly Muritiba, Dennison Ramalho, Philippe Barcinski e Raoni Rodrigues. 



Publicidade

Comentários (1) Postar Comentário

Ralf comentou:

Saudade de quando a Globo tinha programas de humor nesse horário, Toma la da Ca, Os normais, Casseta e Planeta, essas séries atuais são bem desinteressantes. Esta faltando um programa mais leve e com conteúdo nesse horário.

Veja também

Publicidade