O Planeta TV

Canal VIVA estreia a série documental "As Vilãs que Amamos".

O especial entrevistará atrizes que deram vida a uma vilã marcante na teledramaturgia nacional.

por Redação, em 19/06/2019

No próximo sábado, dia 22 de junho, o Canal VIVA estreará a série documental "As Vilãs que Amamos". Uma criação de Hermes Frederico e com direção de Felipe Careli e Waldecir de Oliveira.

O especial vai receber atrizes consagradas, que deram vida a uma vilã marcante na teledramaturgia nacional.

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, do UOL, estão entre as convidadas: Fernanda Montenegro, Lília Cabral, Susana Vieira, Cláudia Abreu, Eva Wilma, Nathália Timberg, Cássia Kis, Marieta Severo, Lea Garcia, Laura Cardoso, Joana Fomm, Glória Menezes, Renata Sorrah, Glória Pires e Adriana Esteves.



Publicidade

Comentários (8) Postar Comentário

Queiroz Jr comentou:

Laura Prudente da Costa
Nazaré Tedesco
Adma
Branca
Altiva
Leona
Barbara
Bia Falcão
Perpétua


Mario respondeu:

E esqueceram o trio de História de Amor, muito bem interpretado por Carla Marins, Carolina Ferraz e Lilia Cabral. Todas humanas, tendo momentos de maldade e outros nem tanto, mas todas fizeram maldades contra a Regina Duarte na maravilhosa ultima novela do maneco às seis da tarde.


junior comentou:

ta faltando a falvia alessandra


Mario respondeu:

a cristina foi esquecida. nao ganhou premio algum com a personagem, embora tenha feito assombroso sucesso.



Mario respondeu:

acho que foi por causa da bia falcão, que concorreu com ela, afinal era fernanda montengegro. a flavia deu azar



Dalmo respondeu:

Acho q vão entrevistar só atrizes


Ana Paula comentou:

O fã clube Natalia do Vale de Niterói não encontrou o nome de Natália na lista dos programas. Por que? Natália deveria estar ali sim, uma diva das telenovelas brasileiras. Ela é muito malvadinha (quando quer). Danadinha. Mas muito linda com esse cabelo jovial.

Televisivo comentou:

Tivemos ótimas vilãs, hoje as mais caricatas, não fazem tanto parte do meu arsenal de preferência.
As que eu mais gostei foram: Branca Letícia de Barros Motta, Adma Guerreiros, Odete Roitman, Maria de Fátima Aciolly, Raquel Araújo, Laurinha Figueiroa e Isabela Ferreto.
Tivemos outras marcantes? Tivemos outras marcantes, mas essas foram as verdadeiras vilãs. Finesse, ambição e principalmente nuances.
Joana Fomm dessa lista aí, figurou tipo odiáveis e bem diferentes um dos outros, maravilhosa.


Mario respondeu:

Incrivel como a Adma tinha sido esquecida e agora todo mundo lembra pela reprise.Que trabalho dela, não só dela mas do Antonio Fagundes e da Luiza Tomé. Que triangulo amoroso! Aguinaldo Silva deve ter revisto sua novela e tido vergonha de Setimo Guardiao



Mario respondeu:

* As 3 merecem menção horrorosa, pois todas aprontaram contra a nossa heroína-mor das novelas. De fato não teve uma única vilã a novela, mas Amigo, e o que dizer das 3 maldosas de História de Amor? cada uma delas, por algum tempo, aprontou. A Sheila se fez de amiga de Helena e ficava tramando contra ela. A Paula, sempre que pôde, humilhou a Joice e a Helena, e todos os que ela considerava inferiores a ela. E a Joice, da metade pro fim, fez horrores, até deixar a mãe dela no meio da rua, trocando a fechadura da casa.



Televisivo respondeu:

Adma para mim sempre foi memorável. Considero o melhor momento de Cássia Kiss na telinha, além de estar belíssima.


Joana Dos Santos comentou:

Uma outra vilã marcante e que foi um "terror" na vida dos personagens (inclusive dos próprios familiares na história)se chamava Maria Regina Bergante de Cerqueira e Figueira **do meio para reta final da novela já não mais Figueira.
Era uma personagem tão frívola,perversa e maligna nos seus atos,que um dos seus principais inimigos (pra não dizer o maior inimigo dela) era o próprio pai Waldomiro Cerqueira-interpretado pelo maravilhoso e saudoso José Wilker-
Maria Regina foi interpretada brilhantemente por Letícia Spiller, principalmente do meio para o fim da novela,em que ela foi encontrando o seu tom mais marcante,na época Letícia tinha apenas 26 anos, mais atuou quase que igualmente a atrizes já com muitos anos de experiência na telinha ,um exemplo na própria novela foi Inês/Lavínia - interpretada por Glória Pires- a qual era atormentada constantemente por Maria Regina,está sofrendo um acidente com o pai de Maria Regina,em que quase acabou morrendo. Fazia o caos e o escambau na vida de todos,a única pessoa que ela demonstrava certa empatia ,que aliás não era muita,era uma paixão forte que sentia por Adelmo-interpretado por Ângelo Antônio- Regina era uma demoninho hahaha
Ela aliás acabou se juntando na reta final com um homem que se considerava filho e um aprendiz do Diabo, com umas certas pitadas de realismo mágico...
Enfim acho que foi uma vilã que não deveria ser esquecida ,pelo contrário,é lembrada por muitos até hoje.
E em questão de gosto pessoal,para mim,foi uma das maiores e mais marcantes vilãs!

Kiberio comentou:

Cadê a Patricia Pillar com a Flora? Adorava era, sempre com uma excelente atuação a Patrícia.

Renato Branquinho comentou:

Ótimo programa Canal Viva sempre nos supredeno vai ser um grande sucesso qual será o horário do programa

beto comentou:

Mais uma vez o grande Hermes Frederico,mostrou que tem uma fasto conhecimento sobre telenovelas e acerto em cheio,nesse time de inesquecíveis vilãs magistralmente interpretadas por grandes atrize ou,seja Laura Prudente da Costa
Nazaré Tedesco
Adma
Branca
Altiva
Leona
Barbara
Bia Falcão
Perpétua
Logico que eu tenho minhas favoritas como é o caso das sensacionais Maria Altiva,Nazaré Tedesco,Perpétua e Adma,vilãs essas criada por o grande autor Aguinaldo Silva e personagens do mal muito bem interpretadas pelas atrizes Eva Wilma,Renata Sorrah,Joana Fomm e Cassia Kiss.Nas novelas A Indomada,Senhora do Destino,Tieta e Porto dos Milagres,mas ´tá faltando outras aí como Maria Regina de Suave Veneno,essa interpretada pela Letícia Spiller,cuja a novela também foi escrita pelo talentoso Aguinaldo Silva.Parabéns ao Canal Viva pela brilhante ideia de nos presenteá com essas vilãs que nós amamos muito.

Veja também

Publicidade