O Planeta TV

A entrada de Daniele Hypólito e às atitudes incômodas de Sérgio Hondjakoff

“Vou lutar sempre pelo meu direito. Não estou aqui para me divertir, estou aqui para ganhar meio milhão”, diz o atleta

por Redação, em 05/06/2020

Foto: Antonio Chahestian/Record TV

Quando tudo parecia estar se ajeitando na casa do Made in Japão, uma lesão tirou Quitéria Chagas do jogo e deixou o elenco inseguro sobre quem entraria na competiçãopara ocupar o lugar da passista. Pois já é no episódio inédito deste sábado, dia 06/06, que ele descobre que a ginasta Daniele Hypólito é quem leva seus pertences ao armário da ex-participante e se acomoda como a nova inquilina do espaço de três cômodos em que os nove célebres postulantes ao prêmio de R$ 500 mil estão confinados. Ainda na edição, apresentada por Sabrina Sato a partir das 22h30, Richarlyson e Flávio se estranham, enquanto os hábitos agitados de Sérgio Hondjakoff passam a tirar muita gente do sério.

Neste momento de substituição em campo, o trio Maurren Maggi, Dhomini e Luiza Ambiel –que protagonizou a primeira discórdia do reality de convivência– parece ter decretado trégua na rivalidade assumida desde a estreia. Flávio e Sérgio, porém, prometem não deixar que a paz se instaure entre as atividades da gincana maluca que conduz o programa: serão eles os pivôs das confusões desta semana.

"O clima na casa não está legal. Tudo o que eu mais temia está acontecendo", desabafa Maurren, a certa altura.

Entenda a atração e as novas polêmicas nos tópicos abaixo: 

O REALITY

Versão brasileira do "Big in Japan", formato nada convencional importado do Japão, o programa é exclusividade da Record TV. Inédito no Brasil, coloca famosos em provas bizarras de estratégia, sorte ou habilidade enquanto têm de lidar com a rivalidade dos colegas durante um confinamento de 25 dias sem muito conforto. Os pitorescos anfitriões japoneses Yoshi e Mr. Fu apresentam o megajogo ao lado de Sabrina. 

Com edição adaptada às noites de sábado, as provas da gincana tendem a ser exibidas de forma mais ágil, enquanto a interação entre os candidatos é valorizada. São concorrentes os atores Sérgio Hondjakoff e Gui Santana; os modelos e ícones da virada do século Luiza Ambiel e Flávio Mendonça; os atletas Richarlyson e Maurren Maggi, as influenciadoras digitais Babi Muniz e Silvana Oliveira; e o veterano em realities Dhomini, ex-namorado de Sabrina Sato. Daniele Hypólito substitui Quitéria Chagas. A final dos seis episódios de 110 minutos está marcada para o dia 27 de junho.

A cada sábado, quatro provas testam os competidores e geram pontuações individuais. Quem vence desafios obtém vantagem no jogo e recompensas, enquanto quem perde enfrenta castigos, todas essas atividades inspiradas nos costumes japoneses. Em um primeiro momento não há eliminação, mas, sim, acúmulo de pontos. Recursos diferenciados são lançados, ainda, para agitar e virar o jogo!  

DANIELE HYPÓLITO

Logo ao início deste terceiro episódio, as atenções de todos, no palco da gincana, voltam-se à misteriosa caixa de onde deve sair a nova integrante da competição: a ginasta Daniele Hypólito. Com mais uma atleta no jogo, então, a segurança de alguns competidores vacila, como é o caso de Babi Muniz: "Tremi na base", admite a blogueira em determinado momento.

A jornada não será fácil à nova inquilina, já que seu placar começa zerado. Ainda assim, o espírito esportivo a mantém de cabeça erguida. "Mesmo entrando no meio do jogo, eu quero ir até a final!", diz, firme. Sua principal estratégia é manter a tranquilidade no convívio com os colegas e o entrosamento com a equipe durante as provas.

Para ver entrevista recente de Daniele sobre este momento e sobre o futuro na carreira clique aqui.

RICHARLYSON X FLÁVIO 

Se no último episódio Flávio Mendonça teve de se explicar a Babi por uma estratégia de jogo que desagradou membros da equipe Ninja, desta vez é com Richalyson que o modelo discute. O atrito surge durante a apuração da primeira prova de times, quando o atleta condena o que considera ter sido uma irregularidade praticada pelo adversário e, inconformado, resolve tirar a situação a limpo.

 "Eu vou lutar sempre pelo meu direito. Eu não estou aqui para me divertir, estou aqui para ganhar meio milhão", brada o ídolo do futebol. Do outro lado, o tom de Flávio é de crítica: “Toda prova ele leva para o lado pessoal, acha que alguma coisa foi errada".

O debate se estende à casa, que novamente convoca seus moradores a encarar um conflito –e também convida o telespectador a avaliar a cena de fora e tirar suas próprias conclusões. 

SERGINHO

O clima também pesa no programa, a esta altura, por culpa de Sérgio Hondjakoff (conhecido como Cabeção). Com hábitos que atrapalham a harmonia na casa, o ator começa a ultrapassar com mais frequência alguns limites na convivência em grupo.

Agitado, Serginho acorda de madrugada, incomoda os demais jogadores com seus barulhos e provoca atrasos na dinâmica da gincana, por exemplo. Por essas e outras, vai ficando cada vez mais difícil para os colegas tolerar suas atitudes. A bomba-relógio está prestes a estourar! 

Sobre o “Made in Japão”

Formato inédito no Brasil, trata-se de um game, capitaneado por Sabrina, em que dez celebridades disputam o prêmio de R$ 500 mil enfrentando as mais loucas provas em estilo japonês. O desafio vai muito além dos jogos, já que os famosos têm de morar juntos, aguentando a pressão da competição e da convivência. É a versão brasileira da atração nipônica “Big in Japan”, produzida, aqui, pela Floresta Produções. O anfitrião Yoshi e o juiz sem noção Mr. Fu, ambos japoneses, apresentam o quadro ao lado de Sabrina, que conta com a ajuda, ainda, de assistentes ninjas apelidados de Japaquitos. Supervisão de Rodrigo Carelli, diretor do núcleo de realities da emissora.



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade