O Planeta TV

Globo lança o seriado "Suburbia" em várias mídias

por jeferson, em 26/10/2012

Globo lança o seriado "Suburbia" em várias mídias
O seriado aposta em novos talentos. Foto: Edmilson de Lima / TV Globo

A interatividade está presente em toda a campanha de lançamento de ‘Suburbia’. Além das redes sociais terem servido como instrumento para ajudar os diretores a selecionar parte do elenco, a interatividade ainda permeia a campanha publicitária de lançamento da série já que, por meio de diversas ações apresentadas tanto na TV quanto em mídia impressa, os telespectadores terão a oportunidade de receber o trailer e trilha sonora do seriado, desenvolvido por Luiz Fernando Carvalho e pelo escritor Paulo Lins. Além disso, a Rede Globo firmou uma parceria com o Museu da Pessoa para apresentar ao público os atores de ‘Suburbia’ por meio de minidocumentários que contam suas histórias de vida. E, em linha com as questões de inclusão social refletidas no seriado, dois fotógrafos da agência Imagens do Povo, do Complexo da Maré, foram escolhidos para registrar as fotos de cena e making of da série que a Rede Globo exibe em oito episódios, um por semana, a partir do dia 1º de novembro.

Campanha Interativa na TV e na Web
Na campanha publicitária, que será veiculada na TV e em mídia impressa, quem tirar uma foto da logomarca da série no comercial de TV e mandar para o email [email protected] receberá uma música que faz parte da trilha sonora do seriado. E quem tirar uma foto dos anúncios impressos e mandar para o mesmo email receberá em sua caixa postal um trailer da série em vídeo, apresentando os personagens de ‘Suburbia’. Para cada um dos três anúncios há um filme diferente. Para o rádio, foram criados 10 diferentes spots, cada um apresentando um personagem de ‘Suburbia’. O material estará disponível na internet, no site www.redeglobo.com.br.

Seleção de elenco via redes sociais
Quatro atores que integram o elenco de ‘Suburbia’ foram selecionados através das redes sociais, em uma seleção organizada pelo produtor de elenco Nelson Fonseca e pelo diretor Luiz Fernando Carvalho em parceria com a Central Globo de Comunicação. Dos 1.500 e-mails enviados para a página da Rede Globo no Facebook, com fotos, vídeos e currículos dos candidatos, quatro foram escolhidos. Na trama, os atores Renata Tavares, Vanessa Correa, André Dread e Cassio Arbues interpretam os amigos do protagonista Cleiton (Fabrício Boliveira).

Uma visão diferenciada
Em linha com a abordagem social retratada no seriado, a Rede Globo selecionou dois fotógrafos da agência Imagens do Povo, do Complexo da Maré, para fazer as fotos de cena e making of de ‘Suburbia’. As fotos de AF Rodrigues e Edmilson de Lima também foram ampliadas em banners para decorar o Galpão Aplauso, local da coletiva de imprensa de lançamento da série. O Programa Imagens do Povo é um centro de documentação, pesquisa, formação e inserção de fotógrafos populares no mercado de trabalho. É também um espaço aberto destinado à apresentação e discussão da produção fotográfica contemporânea. Criado pelo Observatório de Favelas, alia a técnica fotográfica às questões sociais, registrando o cotidiano das favelas através de uma percepção crítica, que leve em conta o respeito aos direitos humanos e à cultura local.

A história de cada ator no Museu da Pessoa
Seguindo a filosofia do diretor Luiz Fernando Carvalho de buscar verossimilhança, grande parte do elenco é formado por talentos desconhecidos do grande público. Para apresentar esses artistas e aproximá-los do telespectador, a Rede Globo firmou uma parceria com o Museu da Pessoa, que enviou uma equipe à Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro, onde aconteceu parte das gravações da série. O resultado desse trabalho está disponível em forma de pequenos documentários que apresentam 20 integrantes do elenco no portal www.museudapessoa.com.br e, em breve, também estará no site da Rede Globo. O Museu, que é gratuito e colaborativo, concebido especialmente para o meio virtual, criou ainda um blog, com conteúdos exclusivos de making of das entrevistas realizadas.

Fundado há 20 anos, o Museu da Pessoa é um museu aberto, gratuito e colaborativo, que tem como missão transformar as histórias de vida de toda e qualquer pessoa em fonte de conhecimento, compreensão e conexão entre as pessoas. Já desenvolveu mais de 200 projetos nas áreas de educação, comunicação, memória institucional e desenvolvimento social e hoje conta com um acervo de 15 mil depoimentos de histórias de vida e 72 mil documentos e imagens que contam a história de instituições, cidades e de grupos sociais diversos. Em 1999, após sua participação na conferência "Museums and The Web", em New Orleans, foi considerado pelo jornal New York Times o site mais interessante da conferência. Ao longo de 20 anos de atuação, o Museu da Pessoa inspirou a criação de três outros museus em Portugal, Canadá e EUA.

Arte nos trens
Ambientada na zona Norte do Rio de Janeiro, ‘Suburbia’ também já ganhou os trilhos da cidade. Como na história os personagens moram em Madureira, os usuários de trem estão conhecendo o seriado em primeira mão. Além de exibir o trailer durante a viagem, um trem da SuperVia entrou em circulação nesta semana adesivado com ilustrações da trama, em uma iniciativa inédita no lançamento de um programa de dramaturgia. Realizada pela Central Globo de Comunicação em parceria com o escritório de design Retina78, a arte que estampa os quatro vagões do comboio remete aos protagonistas do seriado, Conceição (Erika Januza) e Cleiton (Fabrício Boliveira). A ilustração segue a estética da HQ ‘Suburbia’, desenhada pelo quadrinista e designer gráfico Pedro Franz. O trem envelopado transporta passageiros do ramal Deodoro, que atende a cerca de 20 estações, entre elas Madureira, Cascadura e Engenho de Dentro. Pelo ramal circulam, em média, 240 mil pessoas por dia.

Suburbia em quadrinhos
No fim de novembro, ‘Suburbia’ também estará disponível nas livrarias, em forma de HQ. Fruto de uma parceria entre a LFC Produções, a Globo Marcas e o estúdio de design Retina 78, os quadrinhos foram criados por Pedro Franz, quadrinista, ilustrador e designer gráfico, que foi fiel à história, contando-a a partir do ponto de vista da protagonista da série, Conceição, a narradora da HQ. É uma experiência complementar à da série.

Suburbia em trens, barcas, ônibus e metrô
Os usuários de barcas, ônibus, trens e metrô do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e João Pessoa também já estão sendo apresentados à série de Luiz Fernando Carvalho através de um clipe, que será veiculado até o dia 15 de novembro em 55 monitores das barcas do Rio de Janeiro no destino Rio-Niterói-Rio; em 350 ônibus de São Paulo, 100 ônibus de Brasília e 55 ônibus de João Pessoa; 10 plataformas e 16 estações de metrô em São Paulo e em 22 estações de trem do Rio de Janeiro.

Seminário em universidade
Para aprofundar as questões abordadas no seriado, ‘Suburbia’ também será tema de seminário do Globo Universidade. “Suburbia: O Indivíduo na Construção do Imaginário Social” debaterá aspectos socioeconômicos, culturais e políticos dos subúrbios, trazendo à tona a importância das periferias para a construção da sociedade brasileira, além de discutir a ficção e a realidade no processo de criação do programa. Os eventos acontecerão na Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio) e na Universidade de São Paulo (USP), nos dias 06 e 13 de novembro, respectivamente. O diretor Luiz Fernando Carvalho, o escritor Paulo Lins e Karen Worcman, diretora do Museu da Pessoa, participam do Seminário, que também deve reunir nomes como Márcio Piñon de Oliveira (professor da UFF e coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas Urbanas - NEURB-UFF); Regina Celia Reyes Novaes (professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia, do IFCS, da UFRJ), José de Souza Martins (professor de Sociologia da USP) e Maria Immacolata Vassallo de Lopes (Professora da Escola de Comunicações e Artes da USP). Alguns depoimentos dos atores gravados para o Museu da Pessoa também serão exibidos durante o Seminário.





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também