O Planeta TV

Marjorie Estiano lembra 'chamado de socorro' para reviver Cora em 'Império'

Drica Moraes precisou se afastar do trabalho por motivos de saúde.

por Redação, em 26/07/2021
Publicidade

Drica e Marjorie. Foto: Divulgação/Globo

Há sete anos, Marjorie Estiano recebia uma ligação urgente que marcaria sua carreira. O desafio era enorme: gravar, já no dia seguinte, importantes sequências de Cora em Império. Até aquele momento, a vilã era interpretada por Drica Moraes, que precisou se afastar do trabalho por motivos de saúde.

"Fui atender a um chamado de socorro", define Marjorie, que volta à trama na próxima semana. Em entrevista ao podcast Novela das 9, ela conta que, diante da urgência, não havia tempo para uma preparação mais robusta. A solução encontrada pela atriz foi rememorar os estudos feitos meses antes, quando deu vida à ainda jovem Cora na primeira fase da obra de Aguinaldo Silva.

"A apreensão foi uma das coisas de todas as coisas que apareceram nesse momento. Eu estava muito distante da novela, afetivamente, racionalmente... tinha acabado de lançar um álbum que era importantíssimo para mim – o primeiro álbum autoral e independente. E de repente eu sou chamada para essa emergência. Fui atender a um chamado de socorro, para no dia seguinte estar gravando um monólogo que dizia respeito ao grande momento da personagem, encontrando o José Alfredo (Alexandre Nero), que era o objeto de desejo da Cora. Foi com muita surpresa", conta.

A reação de Marjorie vai de encontro ao que sentiu a própria Drica Moraes ao saber que seria substituída. Em recente entrevista ao Gshow, a veterana contou que ficou assustada com a ideia: "A princípio, foi uma solução que me causou espanto. O Brasil e eu não sabíamos se aquilo ia dar certo, nem a emissora, nem os diretores e nem o autor. Foi uma saída plausível", disse.

O convite à Marjorie se deu, de fato, quando todas as alternativas pensadas anteriormente haviam se esgotado. No podcast, ela conta que a novela já não tinha frente de capítulos para colocar no ar, uma vez que a ausência de Drica, a princípio, seria temporária. Tudo isso, claro, provocou um dilema que envolvia a própria trama. Afinal, como justificar essa alteração dentro da história?

"Quando eu entrei, a gente não sabia se ia ser a Cora de fato ou se mais para frente ela ia se revelar uma outra personagem. Estava tudo ainda meio flutuante, era uma situação completamente improvável, ninguém tinha se preparado para isso. A gente foi compreendendo aos poucos. E muito embora o público e todos nós soubéssemos que se tratava de uma substituição por motivos técnicos, ainda tinha um desejo de encontrar uma justificativa, uma coerência na trama. Levou um tempinho para ser absorvido enquanto essa mudança técnica sem a necessidade de tecer aquilo logicamente na trama", analisa Marjorie.

Após o primeiro impacto, no entanto, os trabalhos fluíram de maneira mais natural, e o público passou a compreender e aceitar a alteração:

"Foi se compreendendo que a responsabilidade daquilo era o fato de a Drica não estar podendo retornar à novela por motivo de saúde, e a trama foi andando. A personagem foi reabsorvida através de mim. A Cora era muito engraçada e imprevisível, era uma personagem muito querida. E acho que foi também em função da trajetória e da personalidade que o público foi aceitando a Cora mais nova."


Deixe o seu comentário


Publicidade


Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Publicidade

Veja também

Publicidade