O Planeta TV

Próxima das 21h deve resgatar público com drama, mistério e amor

A Lei do Amor tem todos atributos que determinam o sucesso de uma novela.

Por: Jeferson Cardoso

Eu sou maior do que era antes
Estou melhor do que era ontem
Eu sou filho do mistério e do silêncio....
Vem aí #ALeiDoAmor 

Vem aí um dos maiores sucessos - de audiência e de repercussão – desde Império. Digo isso sem medo de errar. A Lei do Amor tem todos os ingredientes que são necessários para o sucesso de uma novela.

Inicialmente, A Lei do Amor seria exibida na faixa das onze. Após ler a sinopse, Silvio de Abreu viu que daria uma ótima novela das nove, e fez o convite à Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari (dupla de sucessos como Tititi e Sangue Bom). Os autores toparam o desafio e tiveram a sorte do folhetim ser adiado, já que substituiria A Regra do Jogo. Contrariando Silvio de Abreu, Carlos Henrique Schroder – diretor geral da Globo – convocou Benedito Ruy Barbosa como uma chance de alternância de cenário e uma possibilidade de recuperar os 30 pontos de audiência no horário nobre.

O adiamento permitiu que Adelaide e Villari fizessem um trabalho mais rico, e eles criaram um pequeno prólogo (de 4 capítulos) para apresentar a história.

A seguir, um breve resumo dos primeiros capítulos:

Pedro (Chay Suede/ Reynaldo Gianecchini) e Helô (Isabelle Drummond/ Claudia Abreu) se apaixonam, mas não conseguem ficar juntos. Na primeira fase, eles serão separados por armadilhas por parte da família dele, que não aceita o romance acreditando que a mocinha quer se vingar de Fausto (Tarcísio Meira), pai de Pedro, e que provocou a morte de Jorge (Daniel Ribeiro), pai de Helô.

Pedro é filho do ambicioso empresário do ramo da tecelagem, e Helô é uma menina que luta para sustentar a mãe que sofre com uma doença terminal e o pai, Jorge, alcoólatra e desempregado. Pedro e Helô se encontraram e se apaixonam. Jorge trabalhava para Fausto e foi demitido por ele. Em uma atitude desesperada, Jorge tenta assaltar a tecelagem, é preso e morre num motim dentro da penitenciária. Apesar do amor por Pedro, Helô não perdoa Fausto por não ter retirado a queixa contra seu pai.

Certa de que Helô pretende se vingar de sua família se aproximando de Pedro, Magnólia (Vera Holtz), esposa de Fausto, arma situações para afastar a jovem do enteado até conseguir. Longe da amada, Pedro vai embora do país e volta somente 20 anos depois.

Ao ver o filho, Fausto quer lhe revelar um grande segredo no dia de sua festa de aniversário. Pedro também não vê a hora de reencontrar Helô, que já está casada, é mãe de dois filhos, e acredita que Pedro a deixou.

Em 20 anos, Fausto não se orgulha de sua trajetória corrupta. Está esgotado e disposto a jogar tudo para o alto. Quer recomeçar, mas a teia política em que se meteu é sórdida e, por isso, sofre um atentado.

Diferente do estilo seriado de João Emanuel Carneiro e da poesia barroca de Benedito Ruy Barbosa, a próxima novela das nove é clássica, não foge de qualquer outra pretensão que não seja agradar a maioria, com lindas histórias de amor; dramas (leucemia), vilões bem definidos, comédia e muito suspense. A Lei do Amor, sem dúvida, é uma aposta para elevar a moral da Globo, que vem de três projetos frustrantes no horário das 21h. A obra tem tudo atingir os tão sonhados 30 pontos de audiência. Particularmente, acredito que dará mais. Isso, claro, dependerá do desempenho dos primeiros capítulos. Se não emplacar de imediato, esquece “a meta”. #deboche.

Conheço o estilo de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. Um autor de novela só muda o modo de contar/apresentar suas histórias. Sei que eles não irão decepcionar e acredito no sucesso imediato de A Lei do Amor.

O elenco, maravilhoso, foi cuidadosamente escalado. Os atores são seguros e queridos do público. Domingos Montagner seria Tião, mas o personagem ficou para José Mayer. Giulia Gam faria Suzana, mas após ajuste na idade, optaram por Regina Duarte. Gabriel Braga Nunes e Paulo Vilhena fizeram testes, mas Thiago Lacerda foi o escolhido para dar vida ao vilão Ciro. A novela teria o título de Sagrada Família, mas para não transmitir a ideia de que seria uma trama religiosa, o departamento artístico da Globo optou por A Lei do Amor.

Complicado

Não é fácil lidar com a morte, ainda mais repentina. Ainda não consigo acreditar com partida de Domingos Montagner. Um profissional talentoso e uma pessoa do bem, querida por todos. É complicado.

Em meio a essa perda, li muita bobagem na Internet (universo sem lei). Desumanos, sem coração, fazem acusações levianas à Camila Pitanga; outros faltam com respeito com Benedito Ruy Barbosa, idealizador de Velho Chico, que recebeu apelido de “novela amaldiçoada”. Poupe-me!

Um momento complicado. Eu, como fã fiquei perturbado e abatido, fico imaginando os amigos próximos e familiares. Força para a equipe de Velho Chico, que precisa encerrar os trabalhos.

É amanhã!

Amadinhos, estão preparados para estreia da reprise de Cheias de Charme? Não se esquecem: é às 15h, após Vídeo Show (credo!). Aposta de audiência: 12/14 pontos. Tadinha. Rsrs

Fraquinha!

Sol Nascente não é ruim. É fraca, fraquíssima. Não parece novela de Walther Negrão. Penso que a parceria com Suzana Pires e Julio Fischer descaracterizou o estilo narrativo dele. Parei de assistir, não aguentei. É uma novela que não prende, de tramas paralelas desnecessárias. Gostei, e muito, do Mário, personagem de Bruno Gagliasso. Percebe-se a entrega do ator em cena. A história de amor entre os protagonistas é até bonitinha, porém bobinha.

A audiência já se encontra na casa dos 19 pontos. Acho que está dando é muito. Rsrs

Perfeição

Não tive tempo para dedicar mais um post à Justiça. Merecia. Para mim, é a obra do ano. Amei e vivi intensamente os 20 capítulos desta série primorosa, que - apesar de alguns erros de continuidade - superou minhas expectativas. Vai fazer falta, muita falta.

Haja Coração!

Depois da frustração, tomei uma decisão. Já não assisto mais com frequência. Tenho um arrependimento: ter optado pela novela das sete da Globo e não ter acompanhado Escrava Mãe (Record). É vida que segue.

É isso. Estão na expectativa por A Lei do Amor? Acreditam no sucesso imediato? Qual a aposta de audiência para a estreia da reprise de Cheias de Charme? Sol Nascente vai conseguir virar o jogo ou é caso perdido? Obrigado pela atenção e até o nosso próximo encontro. 




Comentários (31) Postar Comentário

Nadja Maira Baltazar comentou:

Estou bastante Animada com A lei do amor. No começo achei a sinopse muito simples, mas se tratando da Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari isso não é problema! Tanto em Sangue bom quanto em Anjo Mau vemos história simples transformadas em grandes novelas. O elenco nem achei tão bom assim... Thiago Martins Zé Mayer fazem do Tião um personagem insuportável (pelo menos nas chamadas), a Isabella Santoni me decepcionou está bem canastrinha nas chamadas, O Mauricio destri tbm, O Thiago Lacerda n disse uma só palavra e já esbanjou canastrisse. Justiça é uma boa serie apesar dos erros. Só me incomodou a Rose ser vendida como protagonista e só aparecer pra transar. Haja coração virou esquete.


Jeferson Cardoso respondeu:

Ta aí, você definiu muito bem Haja Coração: esquete! Hahahaha! A Lei do Amor será uma novela tradicional, o mais do mesmo. Só que será popular, cairá na boca do povo. Rsrs


Carlos Luiz de Oliveira comentou:

A lei do amor me parece mais do mesmo. Velho Chico, quer queiram ou não, trouxe o requinte e belas imagens de volta ao horário nobre.Sem contar algumas cenas memoráveis. Estava cansado da breguices e das favelas. Nesse últimos tempos não vi a tal Avenida Brasil, Babilônia, A regra... e não perdi nada.


Jeferson Cardoso respondeu:

Velho Chico, diferente de A Regra do Jogo e Babilônia, é querida por seu público. Rsrs


Ricardo Lacerda comentou:

Como viveu intensamente os 20 capítulos de Justiça se se foram exibidos 16?


Jeferson Cardoso respondeu:

Hahahaha! Estou vivendo, viverei. Vivi! Rsrss.


Rafael comentou:

Tambem estou animado com A Lei do amor.Sempre gostei dela e depois de Sangue Bom,amei a parceria com o Villari.O bom q tiveram tempo pra pensar e ver cada detalhe,q na epoca ate comemoraram adiarem.Sobre Sol Nascente,nao vejo e nas chamadas ja nao me empolgava.Ter 3 autores me ficou com um pe atras,vide Babilonia,que foi uma loucura com as divergencias.E Haja Coraçao,podem falar o q for, mas é a unica novela q vejo com frequencia.Amo essa novela.Mesmo nao sendo fã assiduo de Velho Chico, tenho q admitir q a novela teve uma tematica linda.O povo q gosta de coisa mastigada e criticam.As cenas longas sao de uma obra prima e vc tem q parar pra prestar atençao em cada detalhe e o elenco mto bem.Ah Domingos pq se foi tao cedo,um ator no seu auge e mto raro achar um gala nessa idade e ainda completissimo em tudo.Agora so penso no Nero nessa faixa etaria de protagonista.


Jeferson Cardoso respondeu:

Verdade, Montagner era talentoso. Estava lembrando de cenas lindas dele Sete Vidas.


Nandoaraujo_TV comentou:

Tenho as melhoras e mais fervorosa espectativa quanto a ALeiDoAmor parece tudo estar no lugar certo.
ATragedia que aconteceu com Domingos foi algo surreal não dá para acreditar muito triste.
Essa dobradinha q a Globo faz descaracterizando o horário do Vale a Pena Ver de novo é horrível vai prejudicar e muito CheiasDeCharme.
SolNascente é uma novela muito parada, eu também desisti, tudo muito lindo mas sem uma narrativa que se segure e logo não segura o principal que é o público e o horário de verão está chegando xiiiiiii.
Justiça é sem dúvida o melhor desse ano até aqui, que historias que interpretações que direção maravilhosa, também superou todas as minhas espectativas.
HajaCoracao sigo amando mesmo com tantos erros mas me apeguei.


Jeferson Cardoso respondeu:

Nando, você está certo. Quando a gente gosta, tem que viver intensamente. Dane-se a audiência ou mimimi de quem implica. Rsrs. Gostava de Haja Coração, larguei porque virou esquete (Zorra). Rsrs


Danilo comentou:

Também estou muito animado com A lei do Amor, temos que torcer que uma novela faça sucesso sempre que vai estrear, ainda mais depois de tantos frscassos. Pelas chamadas Claudia Abreu e Vera Holtz terão grandes embates. Sol Nascente também parei de acompanhar é muitooo chata e Haja Coração estou curtindo, acho uma boa novela. Sobre a reprise de Cheias de Charme, acho que não da mais que 13/14 pontos de média geral, ou pode surpreender. Você acha Jeferson que com a queda da classificação indicativa a Globo vai reprisar uma novela das 21h depois dessa sem cortes? Estou dececionado com a audiência de Anjo Mau, o ibope que vinha em ascendência, caiu nas últimas semanas. Realmente não entendo, abraços!!


Jeferson Cardoso respondeu:

Oi Danilo, penso que o fim da classificação permitirá a exibição de qualquer novela, mas não sem cortes. As emissoras não podem abusar, senão a censura volta pior. Rsrsrs. Anjo Mau caiu porque está terminando mais cedo. Quando a Globo estava na pior com suas novelas das 18h e 19h, ela exibia O Rei do Gato até 18h05 em SP. Quem sabe - após as eleições - ela não faça o mesmo com Cheias de Charme, já que Sol Nascente está ladeira abaixo. Rsrsrs


Brunno comentou:

Não acho que foi sorte de 'A Lei do Amor" estrear em Outubro!!! Tu disse que, se fosse como o planejado inicialmente, ela iria substituir A Regra do Jogo, que tu queira ou não, estava com uma audiência parcialmente alta em sua reta final e isso poderia favorecer a audiência de A Lei do Amor... E outra, ela estreando em março, não pegaria o horário de verão e as datas festivas que afastam o pessoal da TV... E agora, ela vai substituir Velho Chico, que está com uma audiência morna, bem menor que a reta final de A Regra do Jogo... Mas enfim, estou mega ansioso pela estreia, eu amooo as novelas da Maria Adelaide e do Vincent, e torço demais para que ela seja um sucesso de audiência, repercussão e crítica!!!


Jeferson Cardoso respondeu:

Receber bem é uma coisa, manter é outra. Velho Chico começou bem, mas logo decepcionou. Rsrs. Novela de sucesso não depende de período. Totalmente Demais estreou em novela e explodiu. =) Vamos torcer para que A Lei do Amor seja, no mínimo, agradável.


Brunno comentou:

E sobre Haja Coração: AMOOO!!! Muitos criticam o estilo "comédia escrachada" ou "esquete" de HC e I Love Paraisópolis, mas nesse horário, as pessoas querem é se desligar do mundo e dar boas risadas, e querendo ou não, a novela é mega divertida!!!! Adoro esse estilo de humor surreal e exagerado, por isso amo tanto ILP e HC


Jeferson Cardoso respondeu:

Novelas como I Love e Haja Coração agradam ao público das 19h. Desanimei com os exageros de Haja, mas ela tem coisa boa, como a personagem Bruna (Fernanda Vasconcellos).


Micael Constantino comentou:

A Lei do Amor tem tudo para bombar, mas como Gato escaldado tem medo de água fria estou cauteloso em afirmações apenas suposições. Mas Acredito que será bem mais acolhida pelo público do que as três antecessoras. Velho Chico foi feita para o diretor, para os seus gostos, o principal que é o Telespectador foi deixado de lado, apesar da primissa da novela ser excelente e, eu não pode deixar de citar a excelente primeira e segunda fase da novela que foi um PRIMOR, uma OBRA PRIMA! Mas que Infelizmente vai ser lembrada por ser uma novela triste, ainda mais depois da tragédia ocorrida com Domingos Montagner... Justiça, ah o que dizer...O que dizer desse LUXO? Nada.. Apenas contemplar essa obra da ATUAL DONA DA REDE GLOBO: MANUELA DIAS! Quando crescer quero ser igual a ela, só penSar e escreVer LUXOS, LACRES, PRIMORES... Haja Coração, a I Love Paraisópolis 2, não tenho paciência, apesar do "sucesso" não a engulo, mas é aquele negócio, né: qualidade e audiência poucas vezes andam Lado a Lado! Mas Justiça se enquadra perfeitamente no "poucas vezes andam Lado a Lado" kkkk


Jeferson Cardoso respondeu:

Quando o público não gosta, não adianta os jornalistas tentarem convencer do contrário. #deboche. Ainda bem que #Justiça foi sucesso - de público e crítica - do início ao fim. =D


Gustavo comentou:

Por favor Jeff, faz um post sobre Justiça, falando o que achou dos desfechos... Vc precisa falar dessa série!!

Veja também