O Planeta TV

"Vai ser forte", diz Leona Cavalli sobre morte de Glauce em "Amor à Vida"

A atriz nega que tenha ficado insatisfeita com os rumos da personagem.

por Redação, em 09/12/2013

Em entrevista ao jornal Extra, Leona Cavalli falou sobre a trágica morte de Glauce em "Amor à Vida".

Para a atriz, um dos pontos altos do desfecho trágico da personagem será o embate entre a médica e Bruno. No capítulo do próximo dia 16, o corretor procura Glauce fora de si e só não a estrangula porque Lutero (Ary Fontoura) e Paloma (Paolla Oliveira) aparecem.

"A cena é resultado de tudo o que foi construído na trama entre eles, por isso não precisou de uma preparação especial além da própria entrega a essa relação, de paixão, amor não correspondido, ciúme e morte. Vai ser forte. Fui muito bem dirigida. Foi só me entregar", explica.

Antes de morrer nos próximos capítulos de "Amor à Vida", a médica Glauce (Leona Cavalli) irá confessar todos os crimes que cometeu, deixando uma carta com Félix (Mateus Solano). Nela, a obstetra revela que matou Elenice (Nathália Rodrigues) revelando que deixou a mulher de Bruno (Malvino Salvador) morrer.  Depois a personagem pegará seu carro e, alcoolizada, acabará sofrendo um acidente, que, aparenta ter sido planejado. Félix, então, entregará a carta à polícia e solucionará os crimes.

À Revista da TV, a atriz nega que tenha ficado insatisfeita com os rumos da personagem, que não chegou sequer a balançar a relação entre Bruno e Paloma.

"Quando começamos uma novela nunca sabemos direito para onde a trama vai se encaminhar. Procuro não criar nenhum tipo de expectativa. Acho que a grande questão da personagem não era exatamente ficar ou não com o Bruno, mas sim o fato dela ter traído seus próprios princípios éticos e morais em função de uma paixão, e as consequências que este ato trouxe", defende.



Publicidade

Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também

Publicidade