O Planeta TV

A força de vontade de quem ocupa as carteiras da Escola Estadual Carolina Maria

A nova série da Globo, uma coprodução da Globo com a 02 Filmes, estreia em outubro.

por Redação, em 05/09/2019

Foto: TV Globo/Maurício Fidalgo

Para quem não conseguiu terminar os estudos na idade certa e agora, por livre e espontânea vontade, decide voltar à sala de aula, a noite assume um novo significado: uma segunda oportunidade para alcançar um ensino de qualidade que não chegou quando deveria. Apoiados pelo exemplo de seus mestres-professores, cada um dos alunos da fictícia Escola Estadual Carolina Maria de Jesus se desdobra em suas rotinas particulares e dramas individuais, sem perder a garra e a imensa força de vontade que os move em direção aos seus objetivos.

Natasha (Linn da Quebrada), uma transexual certa de ser merecedora do direito de estudar e se formar, como qualquer pessoa, é um desses alunos. Ela luta dia após dia para ganhar o respeito das pessoas e poder viver livre das constantes agressões verbais e físicas, inclusive dentro da escola. Dedicada, Natasha trava uma batalha contra a intolerância e a discriminação de outros estudantes.

Natasha divide sua rotina escolar com Gislaine (Mariana Nunes), que também fez a opção pelos livros em busca de dias mais serenos. Mãe solteira, ela trabalha como prostituta para sustentar a família, mas sonha mesmo em ser médica. Sua profissão, às vezes, faz com que o caminho seja ainda mais difícil - ela corre o risco de perder uma bolsa de estudos conquistada por mérito próprio ao ter a sua identidade descoberta pelo dono do curso.

Na escola, há ainda gente guerreira, como Maicon Douglas (Felipe Simas), pai de família que, apesar de envolver-se com drogas, entende que estudar lhe ajuda a oferecer uma vida de qualidade aos filhos. Para cumprir esse papel, ele se vê obrigado a trabalhar excessivamente, fazendo entregas como motoboy durante o dia e dedicando-se aos estudos no final do expediente.

O cansaço e as responsabilidades não compatíveis com a idade também fazem parte da vida de Solange (Carol Duarte), que assume três papéis ao mesmo tempo: aluna, trabalhadora e mãe. Solange vive uma relação tumultuada com o pai de sua filha e, sem saída, se vê obrigada a encarar os corredores e as carteiras da escola com a bebê nos braços, gerando um certo incômodo em seus colegas.

Por outro lado, Dona Jurema (Teca Pereira) representa a parcela de alunos que, mesmo depois de chegar à terceira idade, entende o quanto é importante dar-se uma segunda chance para aprender, nem que para isso precise mentir ao marido dizendo ir à igreja todas as noites. Já Javier (Gabriel Diaz) e Alejandra (Rosalva Vanessa), um casal de venezuelanos, a duras penas driblam as dificuldades para se manter em outro país e os olhares tortos de alunos que não entendem bem a presença dos estrangeiros. Tem ainda o Silvio (José Drumont), que escolheu ser morador de rua unicamente pela vontade de estudar: se ele dorme em casa, longe dali, não tem dinheiro para o transporte público até a escola.

Com previsão de estreia em outubro, ‘Segunda Chamada’, uma coprodução da Globo com a 02 Filmes, é uma série criada por Carla Faour, Julia Spadaccini e Jo Bilac, escrita por Carla Faour e Julia Spadaccini, com Maíra Motta, Giovana Moraes e Victor Atherino. A série conta com a direção artística de Joana Jabace e direção de Breno Moreira, João Gomez e Ricardo Spencer.



Publicidade

Comentários (1) Postar Comentário

Vicente comentou:

"Malhação" para adultos...

Veja também

Publicidade