O Planeta TV

"quando ela morre a família toda se desestrutura" - revela Mônica Torres sobre personagem em "Ciranda de Pedra"

por jeferson, em 04/05/2008

"quando ela morre a família toda se desestrutura" - revela Mônica Torres sobre personagem em "Ciranda de Pedra"

Em 1981 Mônica Torres estreou nas telinhas na novela Ciranda de Pedra. Agora, 26 anos depois, a atriz volta à teledramaturgia na mesma trama em que iniciou sua carreira. Ela, que na primeira versão interpretou Letícia, viverá Julieta na nova versão, mãe da garota no folhetim global.

- Estou passando por essa humilhação. Fiz a filha e agora faço a mãe, brincou a morena durante a festa de lançamento da novela.

E Mônica ainda comentou como está feliz com sua participação na remontagem da obra, que é baseada no livro da escritora Lygia Fagundes Telles.

- Foi minha primeira novela, então tenho um carinho muito grande por ela. Se bem que essa não é a mesma novela, tem bastante coisa diferente.

Na primeira versão, Mônica viveu a filha da atriz Ana Lucia Torre, e isso, de certa forma, influencia na interpretação da mulher de Marcello Antony.

Quando gravo fico me lembrando da Ana Lucia Torre. Sempre que posso colocar alguma coisa daquela Julieta na minha eu coloco. Lembro que ela falava com uma voz forte, marcante e estou tentando pegar essa característica dela.

A personagem

Julieta Cassini é mulher de Cícero, papel de Osmar Prado, mãe de Letícia, vivida por Paola Oliveira, e de Conrado, interpretado por Max Fercondini. Melhor amiga e confidente de Laura, personagem de Ana Paula Arósio, ela morrerá misteriosamente na trama, o que agravará ainda mais a doença da protagonista.

- Ela é uma dona de casa dos anos 50 muito chique, muito equilibrada, o alicerce da sua família. Mas ela vai sofrer um atentado que eu ainda não sei quando vai ser. E quando ela morre a família toda se desestrutura, revelou Mônica.





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também