O Planeta TV

"Paraíso": Rede Globo recebe a imprensa para apresentar a nova novela das seis

por jeferson, em 03/03/2009

"Paraíso": Rede Globo recebe a imprensa para apresentar a nova novela das seis

A Rede Globo reuniu na tarde desta terça-feira (03), o elenco da próxima novela das seis, “Paraíso”. Na coletiva de imprensa, nos estúdios do Projac, o folhetim assinado por Benedito Ruy Barbosa mostrou que vem à moda sertaneja vai tomar de conta do horário das 18h.

A trama estreia dia 16 próximo, às 18h, é um remake do sucesso exibido em 1982 e conta a história de um amor impossível entre a santinha e o 'filho do diabo'. Nos papéis principais, Nathália Dill e Eriberto Leão.

A atriz veio direto de Malhação, para interpretar sua primeira protagonista. Eriberto já está inteirado com o assunto, afinal, já teve experiências em novelas como Cabloca e Sinhá Moça.

“Ver esse vídeo é uma mistura de 40 mil sensações. Nervosismo, medo, ansiedade...tudo”, disse a morena, ainda sem fôlego com o teaser exibido durante a coletiva.

“Ao mesmo tempo em que sinto medo, a sensação de conquista é muito boa. E o elenco é todo maravilhoso”, avalia a atriz, que na trama será Maria Rita.

De vilã para santinha, Nathália Dill encontra na trama dois nomes de peso: será filha dos personagens de Mauro Mendonça e Cássia Kiss.

“Eles não colocam esse peso de protagonista. São super receptivos e estou aprendendo muito. As coisas são encaradas de forma muito natural e acho que meu maior desafio foi o nervosismo, imposto por mim”.

Na novela, Eriberto Leão vai viver José Eleutério, um homem do interior que, apesar de ter estudado na cidade grande, gosta mesmo de viver no lombo do cavalo. E tanta admiração pela natureza, encontra identificação com o ator.

“Paraíso mostra o verdadeiro interior. Acho que lá podemos ver o Brasil como verdadeiramente é. Na cidade, somos muito influenciados. Lá existe respeito, sinceridade. Temos muito que aprender com eles porque, na verdade, sempre achamos que somos muito malandros”, compara o moreno que, para o papel, teve que aprender a tocar berrante.

“Já sabia montar a cavalo, mas tive que aprender a tocar, para compor o personagem”.





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também