O Planeta TV

'Onde Os Fracos Não Têm Vez' é o grande vencedor do Oscar

por jeferson, em 25/02/2008

'Onde Os Fracos Não Têm Vez' é o grande vencedor do Oscar

Onde Os Fracos Não Têm Vez, dos irmãos Joel e Ethan Coen, recebeu nesta madrugada o Oscar de Melhor Filme, assim como o de Melhor Direção para a dupla.

No total, o longa-metragem faturou quatro estatuetas na 80ª edição do prêmio da Academia e foi o grande vencedor da noite. O filme levou o Oscar de Roteiro Adaptado e Ator Coadjuvante, para o espanhol Javier Bardem.

Na categoria de Melhor Filme, a fita dos irmãos Coen bateu Desejo e Reparação, Juno, Conduta de Risco e Sangue Negro.

Onde Os Fracos Não Têm Vez é uma reflexão sobre valores morais decadentes, apresentada através de uma perseguição sangrenta. Bardem faz um assassino frio e calculista, que mata suas vítimas com um arma de abater gado.

Vencedores europeus
Os prêmios principais entre os atores (Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Atriz Coadjuvante) foram para europeus: o britânico Daniel Day-Lewis, a francesa Marion Cotillard, o espanhol Javier Bardem e a britânica Tilda Swinton.

Daniel Day-Lewis recebeu o Oscar de Melhor Ator por seu papel de explorador de petróleo do início do século 20 no longa Sangue Negro. Javier Bardem foi premiado como Melhor Ator Coadjuvante pelo assassino de Onde os Fracos Não Têm Vez.

Bardem é o primeiro ator espanhol a receber o prêmio da Academia dos EUA. Nascido em uma família de artistas, ele agradeceu em espanhol a sua mãe ao subir no palco.

Marion Cotillard surpreendeu e venceu o prêmio de Melhor Atriz por sua interpretação da famosa cantora francesa Edith Piaf, em Piaf - Um Hino ao Amor, enquanto Tilda Swinton ficou com o Oscar de Coadjuvante por Conduta de Risco.

Piadas políticas
Após meses de dúvidas sobre se a festa do Oscar iria ou não acontecer, as portas do Kodak Theatre, em Hollywood, se abriram no domingo para a entrega dos prêmios liderada pelo apresentador Jon Stewart e suas piadas sobre os indicados.

Stewart fez piadas sobre o tom pessimista de filmes como Conduta de Risco, sobre um homem que faz o trabalho sujo de uma empresa de advogados, e Desejo e Reparação, história sobre traições familiares.

"Este povo precisa de um abraço?", brincou o anfitrião. "A única coisa que posso fazer é dar graças a Deus pela gravidez adolescente", acrescentou, fazendo referência a Juno.

A cerimônia do Oscar quase foi cancelada devido a uma greve de três meses dos roteiristas de cinema e televisão, encerrada há cerca de dez dias.

O produtor do Oscar, Gil Cates, lutou pela realização da cerimônia e contratou Stewart para conduzir o show. Ele é um conhecido humorista político dos Estados Unidos, que está em meio a uma campanha para as eleições presidenciais.





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também