O Planeta TV

Ministério Público processa RedeTV! por entrevista do caso Eloá

por jeferson, em 02/12/2008

Ministério Público processa RedeTV! por entrevista do caso Eloá

O Ministério Público Federal (MPF) entrou com uma ação contra a RedeTV!, pedindo indenização de R$ 1,5 milhão por danos coletivos. O processo foi movido por conta da entrevista ao vivo que Sônia Abrão fez, no dia 15 de outubro, com o seqüestrador Lindenberg Fernandes Alves e Eloá, enquanto ele ainda a mantinha em cativeiro.

O seqüestro durou cinco dias e Eloá acabou morta. Caso a MPF ganhe o processo, o dinheiro será revertido para o Fundo de Defesa de Direitos Difusos.

De acordo com o site Consultor Jurídico, a ação foi movida com o argumento de que o programa A Tarde é Sua, da RedeTV!, exibiu duas entrevistas, uma ao vivo e outra gravada, por telefone, com Eloá e Lindemberg, e essas interferências dificultaram as atividades dos negociadores da polícia, colocando a vida dos envolvidos no seqüestro em risco.

Segundo o Consultor Jurídico, a procuradora regional do Direitos do Cidadão, Adriana da Silva Fernandes, autora do pedido, afirma que a entrevistadora assumiu a nítida posição de intermediadora das negociações e descumpriu a recomendação feita, em 10 de setembro de 2008, onde o MPF pedia para a RedeTV! obter autorização judicial, antes de contar com a participação de menores de idade no programa.

"Ocorre que, no programa, não só o drama de Eloá foi tratado como entretenimento, em flagrante desrespeito à sua condição de pessoa em desenvolvimento, como também a emissora a inseriu como atração principal em seu programa, fazendo com que dele participasse de modo efetivo e sem o devido alvará judicial", declarou a procuradora.

A procuradora ainda alega que é dever da RedeTV! indenizar a sociedade, "porque o programa exibido ofendeu, diante de uma platéia de milhões de telespectadores, valores fundamentais compartilhados por todos os brasileiros".

A Rede TV! se defendeu, por meio de sua assessoria de imprensa, classificando a ação como uma forma velada de censura:

"Não temos ciência dessa ação. Assim que notificados, iremos nos manifestar. Porém, a RedeTV! defenderá sempre a liberdade de expressão e o não cerceamento do direito do jornalismo de informar os telespectadores considerando, portanto, essa iniciativa do Ministério Público Federal uma forma velada de censura".





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também