O Planeta TV

"Insensato coração" terá um time de personagens gays, saiba quem são

por fabiodiasr, em 22/12/2010

"Insensato coração" terá um time de personagens gays, saiba quem são

"Insensato Coração", escrita por Gilberto Braga e Ricardo Linhares, estreia no dia 17 de janeiro na emissora, trazendo em suas tramas uma turma de personagens gays - interpretados pelos atores Leonardo Miggiorin (foto), Marcos Damigo, Edson Fieschi, Wendel Bendelack e a hoje
veterana Cristiana Oliveira.

Além do quinteto, o personagem Eduardo (encarnado por Rodrigo Andrade) é um rapaz que se descobre gay ao longo da novela. Eduardo é filho de Sueli (Louise Cardoso), dona de um quiosque frequentado por gays em plena praia de Copacabana - uma alusão ao famoso quiosque Rainbow do Posto 6, no bairro carioca.

Coroando essa "galera", Deborah Secco interpreta uma típica "amiga de gay" - uma ex-integrante de reality show e aspirante a famosa, na linha da transtornada manicure Darlene, que ela mesma interpretou na novela "Celebridade" (2003/04), dos mesmos autores.

Para equilibrar os núcleos gays, os autores criaram um personagem homofóbico: Kléber (Cássio Gabus Mendes) terá preconceito contra seu chefe gay, Álvaro (Edson Fieschi).

O novelista Gilberto Braga é um dos mais tradicionais defensores de personagens gays nas novelas. Desde "Dancin Days" (1978/79), ele costuma inserir representantes da classe em suas tramas - naquela novela, havia o afeminado mordomo Everaldo (Renato Pedrosa).

Depois disso, em "Brilhante" (81/82), ele criou o gay enrustido Inácio (Dênis Carvalho), que teve dois namorados, interpretados por Buza Ferraz e João Paulo Adour. Em "Vale Tudo" (88/89), atualmente em reprise no canal pago Viva, foi a vez do casal de lésbicas Laís (Cristina Prochaska) e Cecília (Lala Deheizelin), e do mordomo Eugênio (Sérgio Mamberti). E ainda tivemos o casal gay mauricinho interpretado por Carlos Casagrande e Sérgio Abreu, em "Paraíso Tropical" (2007).

Mas sem dúvida, a turma de gays de "Insensato Coração" deve significar um avanço e um recorde, já que tradicionalmente os personagens homossexuais das novelas aparecem isolados, sem conviver com outros gays. É aguardar e conferir.







Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também