O Planeta TV

Para divulgar novela, SBT exibe programa especial sobre a ditadura militar

por jeferson, em 28/03/2011

Para divulgar novela, SBT exibe programa especial sobre a ditadura militar

Roberto Cabrini está de volta a partir da próxima quarta, 30 de março, com o Conexão Repórter Especial. No primeiro programa de 2011, o jornalista aborda o tema da ditadura militar como ninguém nunca fez. Entre os entrevistados de Cabrini, está o homem que participou da operação cuja missão era prender Dilma Rousseff e testemunhou cenas de tortura.

Jornalismo premiado

O Conexão Repórter venceu o Prêmio Esso Especial de Telejornalismo em 2010. O trabalho premiado foi "Sexo, Intrigas e Poder na Igreja Católica", que denunciou casos de pedofilia envolvendo padres no estado de Alagoas.

A matéria repercutiu no mundo inteiro, incluindo nos jornais New York Times, Le Monde da França e El Pais da Espanha. A reportagem fez com que o Vaticano, pela primeira vez na história, reconhecesse casos de Pedofilia na igreja Católica no Brasil. A CPI que investiga crimes de pedofilia no País também analisou o caso e prendeu o monsenhor acusado de abusos durante uma audiência. A equipe do programa é formada por Roberto Cabrini, Luciana Del Claro, José Dacauaziliquá, Bruna Estivalet, Márcio Ronald e Lula Andrade.

+ Assista à matéria vencedora do Prêmio Esso

Ditadura em Amor e Revolução
O Conexão Repórter sobre a ditadura militar fala sobre a época em que se passa Amor e Revolução. A nova novela do SBT, que estreia dia 5 de abril, às 22h15, será a primeira na televisão brasileira a se passar inteiramente na época da Ditadura Militar, entre as décadas de 60 e 70.

A trama escrita por Tiago Santiago e dirigida por Reynaldo Boury tem a coragem de passar a limpo a história recente do Brasil e contar toda a realidade da Ditadura.

"Conexão Repórter" volta nesta quarta, às 23h15, no SBT





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também