O Planeta TV

Ator recusa proposta do SBT com medo de ficar na geladeira

por jeferson, em 25/04/2008

Silvio Santos ligou seu rádio na CBN em uma sexta-feira, entre 19h e 20h, e gostou do que ouviu. No ar, estavam o ator Dan Stulbach e dois amigos de longa data no comando do programa "Fim de Expediente", que completa dois anos.

"O SBT me convidou para apresentar um programa aos domingos, entre o Silvio e o Gugu, para concorrer com o futebol da Globo. Negociaria com o Silvio em seu camarim", conta Dan, enquanto os companheiros de rádio não contêm a gargalhada. "Eu o aconselhei a não topar", diz, rindo, o escritor e músico José Godoy, o Zé, 37, do trio do "Fim de Expediente".

"Resolvi aceitar o conselho, até para não virar o telefonista mais bem pago do Brasil", brinca Dan, 38, em referência a uma frase de Adriane Galisteu, insatisfeita com as ordens de Silvio Santos para passar boa parte de seu programa do SBT ao telefone com telespectadores.

Esse clima de piada entre Zé, Dan e o economista Luiz Gustavo Medina, o Teco, 33, é o segredo do sucesso do "Fim de Expediente", que, além dos apresentadores, recebe um convidado a cada edição.

Os três nunca haviam trabalhado em rádio, começaram o projeto quase como brincadeira e mal acreditam que estejam há dois anos no ar, com sucesso.

Fora a proposta de Silvio Santos, há convites que levam a sério. Dan foi sondado pela Globosat (programadora de canais pagos da Globo) a transformar o "Fim de Expediente" em programa de TV, para o GNT, Multishow ou SporTV. "Talvez a gente vá para a TV, vamos estudar, mas não acho que isso represente uma evolução, e sim um passo diferente", diz Dan.

"Acho que seria um desafio interessante fazer algo diferente na TV, onde tudo é muito igual", anima-se Zé.

Com informações da Folha Online





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também