O Planeta TV

"Alma Gêmea" um grande sucesso que vale a pena ver de novo

por jeferson, em 28/07/2009

"Alma Gêmea" um grande sucesso que vale a pena ver de novo

Os fãs do casal Rafael (Eduardo Moscovis) e Serena (Priscila Fantin) podem comemorar. Alma Gêmea (2005/2006) será reapresentada no Vale a Pena Ver de Novo, a partir de segunda-feira, 24 de agosto, na Rede Globo. A novela conta a história do amor eterno de um homem e uma mulher tragicamente separados e que, cerca de vinte anos depois, voltam a se encontrar quando ela reencarna em um novo corpo.

A trama começa na década de vinte, contando a história de amor entre o jovem botânico Rafael (Eduardo Moscovis) e Luna (Liliana Castro). Rico, porém solitário, Rafael (Eduardo Moscovis) busca uma parceira para preencher seu coração. Luna (Liliana Castro), uma linda bailarina doce e suave, procura o mesmo para sua vida. Os dois se conhecem em uma igreja e sentem, em seguida, que é amor à primeira vista. Mas Luna é assassinada durante um assalto planejado por sua prima ambiciosa, a grande vilã Cristina (Flávia Alessandra).

No instante em que Rafael (Eduardo Moscovis) se desespera com a morte confirmada de Luna, em um distante casebre, a índia Jacira (Luciana Rigueira) dá à luz uma menina, que ganha o nome de Serena (Priscila Fantin). Serena (Priscila Fantin), a reencarnação de Luna (Liliana Castro), cresce e vai para São Paulo. A indígena sente uma estranha emoção quando chega ao casarão de Rafael (Eduardo Moscovis), que se tornou um homem amargurado e rude. Por sua vez, ele também se perturba com a presença da jovem e se convence de seu amor ao acreditar que a mestiça é mesmo a reencarnação da amada Luna (Liliana Castro).

Alma Gêmea ainda conta com os irmãos caipiras Crispim (Emilio Orciollo Netto) e Mirna (Fernanda Souza); o pequeno Terê (David Lucas); e os confusos moradores da pensão do sapateiro Osvaldo (Fúlvio Stefanini) e de sua mulher, Divina – Neusa (Maria Faro).

Alma Gêmea tem autoria de Walcyr Carrasco; direção de Fred Mayrink e Pedro Vasconcelos e direção geral de Jorge Fernando.





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também