O Planeta TV

Serginho Groisman comemora oito anos de "Altas Horas"

por jeferson, em 11/10/2008

Serginho Groisman comemora oito anos de "Altas Horas"

Desde que começou a apresentar programas na TV para jovens, há 18 anos, Serginho Groisman prega a diversidade. E essa foi a palavra mais usada no oitavo aniversário de suas Altas Horas, que será exibido no próximo dia 25.

A festa contou com convidados como Maria Rita, Charlie Brown Jr., Arnaldo Antunes, Fernanda Takai, a banda Sepultura e até os ingleses do McFly. Mas não teve grandes novidades se comparada às últimas. Ao longo de mais de três horas de gravação, nove atrações musicais dividiram o palco do tradicional Theatro São Pedro, no Centro de Porto Alegre. E a platéia, composta por cerca de 700 alunos de faculdades e escolas da cidade, deixou os questionamentos para outra hora e ganhou, principalmente na hora dos intervalos, status de estrela. Como quando, sem qualquer pedido da produção, entoou em coro a versão regional do Rio Grande do Sul para Parabéns pra Você. "Galera, muito obrigado. Vocês fazem depois de novo?", brincou Serginho, já que as câmaras não estavam ligadas nesse momento.

Primeira a se apresentar, Maria Rita iniciou o espetáculo com samba. Pena que a platéia não podia se empolgar e sambar junto. O teatro, que completou 150 anos em junho, não é palco de shows de bandas ou de eventos como o organizado pela equipe de Serginho. E, por isso mesmo, antes que a gravação começasse, instruções sobre como se comportar foram passadas aos alunos.

A prova para saber se as regras tinham sido entendidas veio logo na segunda atração musical. Citado por quase todos os convidados, o McFly foi recebido aos berros e lágrimas de centenas de meninas, que se seguravam para se conterem. E o que deveria durar poucos minutos no palco acabou se estendo bem mais que o programado. A banda foi a que levou mais tempo para ter seus equipamentos ajustados e, mesmo assim, foi a única que precisou repetir as duas músicas escolhidas para a apresentação, Lies e Falling in Love. "Complicações do ao vivo", justificava Serginho, mesmo sabendo que poucos da platéia lamentaram a repetição.

Nos bastidores, um dos assuntos mais comentados era a substituição da cantora adolescente Mallu Magalhães pelo grupo Fresno. A menina não se sentiu bem e não pôde comparecer. Além disso, outra ausência era sentida pela platéia: o cabo man Seu Madruga não apareceu. "Mas ele mandou lembranças para todos os gaúchos", avisava Serginho, respondendo aos gritos do público.

Antes de o programa começar a ser gravado, Serginho lamentou que a música nacional ainda não tenha atingido o requinte esperado diante de sua abundância de talentos. Mas sua própria platéia deixou a desejar. Logo depois de cantarem junto com a banda inglesa as letras das músicas sem erros, a maior parte dos estudantes parecia nunca ter ouvido Com Açúcar, Com Afeto, sucesso de Chico Buarque regravado por Fernanda Takai. A cantora divertiu a platéia com uma lembrança de um show que Serginho assistiu do Pato Fu no Japão. E preparou o terreno para o estrondo que o Charlie Brown Jr. fez. O grupo, aliás, chegou a arrancar mais aplausos até que o pop McFly. "Valorizamos o Serginho porque foi no programa dele que aparecemos pela primeira vez na televisão. Só que na época era outra emissora", lembrou Chorão, referindo-se ao extinto Programa Livre, do SBT.

Além dele, outros roqueiros passaram pelo local. Do próprio Rio Grande do Sul, Serginho convidou também os Fresno e a banda Cachorro Grande. E, para diversificar mesmo, Arnaldo Antunes e Fernanda Abreu se intercalaram entre os grupos de rock. O grande problema da gravação era a saída de um grupo para que outro entrasse.

Para minimizar a demora da equipe de produção na montagem do palco, o grupo Comédia em Pé distraiu a platéia. Fábio Porchat, Cláudio Gonzaga e Paulo Carvalho, um de cada vez, brincaram com o aniversário do Altas Horas e o assédio feminino aos garotos do McFly. "Funcionamos como um respiro para toda essa energia dos números musicais", explicou Fábio, que foi o primeiro do grupo a se apresentar e o mais aplaudido pelo público.

Altas Horas - Na madrugada de sábado para domingo, na Globo.

Créditos: Márcio Maio / TV Press





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também