O Planeta TV

Novelas escritas por mais de um autor são sucessos na Rede Globo

por fabiodias, em 15/09/2009

Novelas escritas por mais de um autor são sucessos na Rede Globo

Cama de Gato, estreia em outubro, tem autoria de duas estreantes em um roteiro original: Duca Rachid e Thelma Guedes. As autoras também são responsáveis pelo remake de "O Profeta", um grande sucesso também do horário das seis.

Outras novelas escritas por duas mãos já renderam sucessos para a teledramaturgia da Rede Globo.

Relembre algumas abaixo.

Nos anos 1970, no horário das 19h, a novela Bravo! (1975/1976) teve não apenas um elenco memorável, que incluía Grande Otelo, mas também o texto de dois autores de renome: Janete Clair e Gilberto Braga.

A década de 1980 foi repleta de sucessos na dramaturgia. Entre os grandes nomes, a inesquecível Roque Santeiro (1985/1986) foi escrita por Dias Gomes e Aguinaldo Silva.

Na novela Vale Tudo (1988/1989), de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères, os telespectadores ficaram na curiosidade até os últimos capítulos para saber quem matou a vilã Odete Roitman (Beatriz Segall).

Durante Tieta (1989/1990), novela das 20h escrita por Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares, a personagem principal foi interpretada por Cláudia Ohana e Betty Faria. A trama foi inspirada no livro “Tieta do Agreste”, de Jorge Amado.

Na fictícia cidade de Resplendor, um triângulo amoroso movimenta a trama de Pedra Sobre Pedra (1992), novela de Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares. O cantor Fábio Junior interpretou o fotógrafo assassinado, Jorge Tadeu.

Nos anos de 1993 e 1994, Fera Ferida, de Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares, contou a história do antigo prefeito da fictícia Tubiacanga, Feliciano Mota da Costa (Tarcísio Meira), que acredita que a cidade esconde preciosas minas de ouro.

A novela Salsa e Merengue (1996/1997) marcou a estreia de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa na autoria de novelas, numa parceria que já havia produzido peças de teatro e programas de televisão, como Delegacia de Mulheres e Sai de Baixo.

Personagem marcante do enredo de A Indomada (1997) foi o Cadeirudo (Sônia de Paula), a figura misteriosa que saía à noite e atacava mulheres pela cidade de Greenville. A novela teve autoria de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares.

O Cravo e a Rosa (2000/2001) foi uma comédia inspirada no clássico “A Megera Domada”, de William Shakespeare. Com uma história que se passa no ano de 1927, Walcyr Carrasco estreiou na Rede Globo ao lado do autor Mário Teixeira e narrou o conflituoso romance entre o machista Petruchio (Eduardo Moscovis) e a feminista Catarina (Adriana Esteves).

Em 2007, Gilberto Braga e Ricardo Linhares foram os autores do sucesso de Paraíso Tropical. A novela ficou na memória dos telespectadores com o casal Olavo (Wagner Moura) e Bebel (Camila Pitanga).





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também