O Planeta TV

"Hoje em Dia" entrevista com exclusividade a mãe de Eloá

por jeferson, em 25/10/2008

"Hoje em Dia" entrevista com exclusividade a mãe de Eloá

Neste sábado (25) em entrevista exclusiva ao jornalista Brito Jr., do Hoje em Dia,da Record, Ana Cristina Pimentel, a mãe da menina Eloá, seqüestrada e morta por Lindembergue, em Santo André, falou durante cerca de duas horas, sobre o caso e sobre o relacionamento de sua filha com o ex-namorado e sobre as 100 horas de angustia vividas por ela.

Segundo Ana Cristina, Lindembergue só não foi morto pela policia porque o governador do Estado de São Paulo, José Serra, deu ordem para os comantes não o fazer.

“Até onde sei, foi o governador quem pediu para não atirarem denel, houveram várias oportunidades e não foi feito isso. A única coisa que acho, que não precisava demorar tanto para terminar, mas não tenho opinião formada sobre se a policia agiu certo ou não”, declara a mãe de Eloá.

Sobre a volta ao apartamento Dona Ana Cristina está sem moradia e sem roupas, por estar impedida de voltar ao apartamento.

“Vou querer um indenização do Estado porque perdi minha filha, meu apartamento está lacrado, não tenho roupa, calçados, nem meus filhos, meu apartamento está todo destruído. Não quero e nem tenho condições de morar lá”, enfatiza Ana Cristina.

Para a mãe de Eloá o consolo da morte da filha, só vem quando ela pensa que os órgãos da filha ajudou a salvar sete vidas.

“Quero, se puder, conhecer as pessoas que receberam os órgãos da minha filha. Estou feliz por ela ter podido ajudar de alguma forma outras vidas”, fala a mãe emocionada.

Quanto ao pai do Eloá , Everaldo Pereira dos Santos, ser procurado pela polícia de Alagoas, a esposa não deu declarações, já que o caso já esta sendo acompanhado pelo advogado Dr. Ademar Gomes.

“No segundo dia de cativeiro meu marido procurou o advogado e contou a sua situação e disse que se entregaria ao término do seqüestro. Mas, com o resultado, ele fugiu. Só sei que ele sempre foi um bom pai e todos os dias passou mal, não sei onde ele está. Não tenho o que dizer mais nada sobre o assunto porque esta nas mãos do nosso advogado”, fala ao a mãe ao jornalista e encerra a entrevista agradecendo a todos que acompanharam o seu sofrimento.

“Agradeço muito a todas as pessoas que ficaram ao meu lado, ficaram comigo durante o meu sofrimento”, finaliza Ana Cristina Pimentel.





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também