O Planeta TV

“Não acho que seja surpreendente”, diz Vladimir Brichta sobre morte de Remy

O personagem será eliminado da trama por volta do capítulo 100.

por Redação, em 04/08/2018

Remy (Vladimir Brichta. Foto: Divulgação/TV Globo

Está prevista na sinopse de Segundo Sol um assassinato. E tudo indica que será o personagem de Vladimir Brichta, que deve ser eliminado daqui a um mês, por volta do capítulo 100 do folhetim. 

Nesta semana Remy, o papel de Brichta, cresceu na trama. O irmão de Beto (Emilio Dantas) vira o jogo e passa a ter nas mãos Laureta (Adriana Esteves), Karola (Deborah Secco) e Luzia (Giovanna Antonelli), ao descobrir os segredos do trio.

"Sabia que teria alguma reviravolta, que ele ocuparia algum lugar diferente. Mas me surpreendi por Remy chegar por cima da carne-seca, subjulgando tanto os outros. É muito bom colocar o personagem dessa forma, porque acaba menos “looser” (perdedor), fica mais incômodo, desagradável, odiável", comentou o intérprete em entrevista ao jornal Extra.

Ao colecionar desafetos, Remy está selando um destino trágico para o vilão. "Não acho que seja surpreendente Remy ser assassinado. Como não tem nada a perder, ele vira um franco atirador, testa limites, provoca, transformando-se em alvo. Se não tem objetivo claro, não precisa fazer concessões para conquistar nada, a não ser a própria vida. Mas talvez seja tarde demais. Ele está dando pouca chance para se safar.", analisa Brichta.



Publicidade

Comentários (1) Postar Comentário

Mateus comentou:

O João Emanuel Carneiro já fez novelas melhores, essa história do Remy é bem parecida com a do Max de Avenida Brasil, tá faltando criatividade dos autores!

Veja também

Publicidade