O Planeta TV

Três Irmãs: Antonio Calmon volta ao universo do surfe em novela

por jeferson, em 15/09/2008

Três Irmãs: Antonio Calmon volta ao universo do surfe em novela

Com "Armação ilimitada" e "Top model" na bagagem, o autor Antonio Calmon prepara mais um mergulho no universo do surfe, "Três irmãs", que estréia nesta segunda-feira (15), na faixa das 19h, na TV Globo.

"Posso até ser o pior dramaturgo do mundo, mas com certeza sou um dos que mais explorou o surfe como tema", diz Calmon sobre sua volta a esse universo, 19 anos depois do mega-sucesso "Top Model", de 1989.

Na época, a história do surfista veterano Gaspar Kundera (Nuno Leal Maia) virou mania entre o público jovem e bateu recordes sucessivos de audiência no horário das 19h. O sucesso foi tanto que apenas oito meses após seu término, "Top model" voltou ao ar no "Vale a pena ver de novo" e atingiu a maior audiência no ranking das reprises até hoje.

Agora, Calmon pretende repetir o sucesso com "Três irmãs". "O surf é uma forma de atrair o público jovem. Além disso, no último ano o surfe voltou a ser assunto na mídia, principalmente com o crescimento do surf feminino", afirma o autor, que colocou Carolina Dieckmann no papel de uma surfista. "É uma garota correta, que tem ética e tem sua beleza natural, sem precisar de produção. Ela tem uma magia, um carisma enorme", diz o escritor sobre a personagem Suzana.

Trama

Se em "Top model" a trama girava em torno de um pai, Gaspar, que criava sozinho seus cinco filhos – que tinham os inspirados nomes Elvis, Ringo, Jane, Olívia e Lennon – em "Três irmãs" a história é centrada em uma mãe, Virgínia (Ana Rosa), que cria sozinha as três filhas, depois da morte do marido, Augusto (José Wilker). "A novela é uma homenagem à minha avó, que criou sozinha nove filhos e também se chamava Virgínia", revela Calmon.

As três irmãs do título são Dora (Claudia Abreu), Alma (Giovanna Antonelli) e a caçula Suzana (Dieckmann). "São três tipos de mulher, cada uma com sua complexidade. A mais velha, Dora, é a mais sofisticada e madura. Já a Alma é atrapalhada e só se dá mal com os homens. E a caçula representa a moça brasileira de qualquer classe, de qualquer cidade", diz.

O autor promete muita adrenalina nas cenas de surfe, ambientadas na Praia Azul da fictícia Caramirim, onde vivem os personagens. "Estamos desenvolvendo novas técnicas para mostrar as manobras bem de perto. Em todas as minhas novelas eu faço loucuras, mas estou sempre buscando loucuras mais bem-acabadas."

Com tanto amor pelo surf, resta saber se Antonio Calmon também é um adepto desse esporte. "Não, nunca tentei. Sou um intelectual, minha praia é outra", diz o escritor rindo.

Créditos: Carla Meneghini / G1





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também