O Planeta TV

Conheça os truques que transformam astros nos seres de "Caminhos do Coração"

por jeferson, em 02/03/2008

Conheça os truques que transformam astros nos seres de "Caminhos do Coração"

Não há dúvida de que o escritor Tiago Santiago está fazendo uma revolução na teledramaturgia ao criar uma trama de sucesso, cuja maioria dos personagens é mutante. Em Caminhos do Coração, da Record, lobisomens, vampiros, seres alados, mitológicos e com poderes sobrenaturais dão o tom na história, que tem agradado muita gente. Sobretudo a galerinha teen. É, a polêmica está no ar. Uns acham os mutantes um exagero, outros amam. Mas uma coisa está além da discussão: a tecnologia e o trabalho da equipe técnica que produz os efeitos especiais da novela. Quer saber como tudo funciona? tititi mergulhou nos bastidores de Caminhos e revela como se "fabrica" um mutante da pesada.

:: Gozações inevitáveis ::

Minutos antes da gravação e só se ouve um divertido "me cura!" - é o que pede o coordenador de estúdio da Record, Cação Rodrigues, estendendo o braço para a atriz mirim Shaila Arceni, 9 anos. Na trama a gatinha vive a mutante Clara, que tem poder de cura.

Diante da piada do colega, a garotinha ri e explica que já se acostumou. "Na escola todo mundo brinca assim comigo. Não me incomoda não. Eu também queria ter esse poder. Ah, eu ia curar tanta gente doente...", sonha Shaila.

Já Julia Maggessi, da mesma idade e que faz Ângela, a mutante de asas, confessa: às vezes se aborrece quando os coleguinhas do colégio a chamam de "corcundinha" ou perguntam: "E aí, anjinho, não vai voar?"



O experiente e conceituado ator Perfeito Fortuna admite que andou preocupado com a imagem quando leu nos capítulos que seu personagem, o circense Pepe, viraria lobisomem. "Fiquei imaginando o que as pessoas iriam pensar ao me ver pagando esse mico", confirma, dando boas risadas.

Só que o público adorou a metamorfose e o artista, mais ainda. "Recentemente descobri que o Pepe deixará de ser lobisomem... Sabe que fiquei triste? Vi que gosto de fazer tipos diferentes. Nunca me imaginei interpretando um lobisomem e esse é um tremendo exercício para um ator. O Tiago (Santiago, autor) fez uma revolução na teledramaturgia que estava muito igual", acredita Perfeito.

Diferentemente das meninas,
que se transformam com a ajuda da computação gráfica, Perfeito diz que sofre com os seus dentões de lobisomem. É uma prótese criada especialmente pelo maquiador Emílio Reck. "Falar com esses dentes não é mole, não. Tenho que usar um fixador de dentaduras que me deixa com um gosto horrível na boca por, pelo menos, uns três dias", revela o astro, sem jamais perder o bom humor.

Às vezes Perfeito é obrigado a colar pêlos nos braços. Eles são feitos também por Emílio, com sobras dos cabelos do ator. "Isso não dá trabalho, não. A cola sai rápido e os pêlos são poucos. O resto é feito pelo computador. O que achei mais difícil foi interpretar um lobisomem. Aí resolvi dar uns toques cômicos ao personagem. Inseri umas reboladinhas na hora da transformação e não é que pegou? O pessoal na rua só comenta sobre o gingado do lobisomem Pepe. Já no estúdio não escapo das gozações." Inclusive de Cação. "Ele é o lobisomem sexy. Esse gingado dele mata as mulheres", dispara o coordenador.

:: A chave do segredo ::

Tirando poucos truques cênicos e de maquiagem, todos os efeitos especiais são realizados pela computação gráfica. Transformações de humanos em animais, levitação, corpos que se reconstituem, inclusive as belas asas de Clara, são inteiramente virtuais.

No caso da loirinha, por exemplo, é usada uma asa de anjo (tipo fantasia) só para marcar a posição da atriz no set. "A Shaila grava sempre diante de uma tela verde, ideal para trabalhar no computador. Isso permite o revezamento de imagens, como nuvens e paisagens de fundo, que entram por trás da atriz. No computador nós encaixamos também a asa virtual quando Julia precisa aparecer voando", explica Marcelo Brandão, supervisor de efeitos visuais.
A aparelhagem utilizada é de última geração e foi adquirida nos Estados Unidos, por meio de um investimento milionário da Record.

:: União geral ::

Independente da tecnologia de ponta, um fator tem garantido o êxito de Caminhos: o trabalho de equipe, muito estimulado pelo autor e o diretor-geral Alexandre Avancini.

O caso da criação da asa de Clara é um bom exemplo dessa integração. Brandão que o diga. "Antes da novela estrear, eu estava tentando imaginar uma forma de criar a asa no computador... e estava difícil, até que um dia uma figurinista me trouxe uma pena de pato, muito branquinha, daquelas usadas nas asas de anjinhos de procissão. Escaneei no computador aquela única pena e virtualmente fui construindo a asa inteira. Demorei uns três meses, deu um trabalhão, mas ficou perfeita. Por isso, ouvir a opinião do outro é vital", confirma Brandão.

:: O mago das cores ::

Emílio Reck, supervisor de maquiagem da Record, confirma o poder dessa integração. Ele próprio fala diariamente com Tiago e Avancini, para que tudo saia perfeito. "Quando peguei os primeiros capítulos da novela, me desesperei. Não sabia como criar tantos mutantes. E quando a gente está inseguro precisa da opinião do outro. Esse contato sempre foi fundamental para eu saber o que Tiago e Avancini esperavam e esperam. Agora estou craque em vampiros, lobisomens e demais seres fantásticos. Ainda assim tentamos nos falar várias vezes diariamente para tudo dar certo", fala Reck.

Outra coisa que fez o maquiador quebrar a cabeça no início foram as dentaduras de lobos, vampiros e lobisomens. "Os dentes foram construídos por mim com resina, com base em técnicas de dentistas. Tive de virar protético sem ser. Pesquisei muito e descobri, entre outras coisas, que o dente do lobisomem é reto e o do vampiro, curvadinho. Tem diferença", relata Reck, salientando ainda que os atores colaboram muito nessas horas e não se queixam das maquiagens e dos acessórios.

"Cássio Ramos, o menino lobo, a princípio reclamava um pouco dos pelinhos que eu precisava colar no pescoço dele. Ele arrancava todos, eu tinha de recolocar tudo, mas agora ele se acostumou. Instruo a minha equipe, formada por 14 maquiadores, a estar atenta sempre às necessidades dos atores em cena. Outro dia, por exemplo, os chifres do Minotauro, personagem de Fábio Nascimento, estavam meio soltos e a gente consertou. O conforto do artista é uma de nossas principais preocupações", confirma Reck, que continua vencendo desafios.

"Hoje mesmo criei o homem peixe, um mutante que ficará em cena apenas dois capítulos. Levei dias pesquisando e leva duas horas para fazer a maquiagem. Mas o prazer de ver o resultado e saber que está agradando supera qualquer sacrifício. Que bom que a novela ficará no ar até agosto. Até lá vamos poder criar muito. Vem aí o mutante com rabo, outra mulher pantera e o que mais a mente do Tiago Santiago criar. Estamos nos realizando e nos divertindo bastante", finaliza Emílio.

Créditos: Wal Ribeiro/ TITITI





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também