O Planeta TV

Caio Blat será o vilão de "Ciranda de Pedra"

por jeferson, em 06/04/2008

Caio Blat será o vilão de "Ciranda de Pedra"

A cara de bom-moço de Caio Blat poderia lhe render para sempre papéis de mocinhos nas novelas. O ator, no entanto, começa a se preparar para estrear um vilão no próximo folhetim das seis, Ciranda de Pedra, da Globo.

Na novela prevista para estrear dia 5 de maio, ele vai estar na pele do mau-caráter Afonso, um golpista meticuloso que se envolve com a principal família da história.

Para dar as características necessárias ao personagem, Caio se inspirou no papel de Leonardo di Caprio no filme Prenda-me se For Capaz, de Steven Spielberg. "O que me chama a atenção é que tanto o Frank Abagnale Jr. do Di Caprio, quanto o Afonso, não andam armados e detestam violência. A arma deles é o intelecto", completa.

Na trama, Afonso consegue se casar com Bruna, de Anna Sophia Fuch, filha do advogado Natércio Prado, de Daniel Dantas e Laura, de Ana Paula Arósio. "Ele se acha injustiçado pela vida e arma golpes para se infiltrar na alta classe. Ele engana todo mundo e acaba se casando com Bruna", adianta o intérprete.

Mesmo com um currículo recheado de personagens de má índole, - o último foi Ramiro de Amazônia ¿ De Galvez a Chico Mendes - Caio prevê que Afonso vai se destacar dos vilões grosseiros e frios da dramaturgia. "Ele é um golpista profissional daqueles de não levantar suspeitas e usa a razão para conseguir o que quer", explica. Para se dar bem, Afonso usa um falso diploma de advogado e atua no escritório de Natércio, se agregando logo depois à família.

Outro ponto forte do mau-caráter é o poder de sedução e quanto a isso, Caio promete usar seu ar inocente para dar mais veracidade ao personagem. "O Afonso conquista com um jeito maroto. Vou aproveitar minha cara de bom-moço para ajudá-lo", diverte-se.

Como a trama assinada por Alcides Nogueira se passa em 1958, todo o elenco se reuniu para estudar sobre a época. "Além do workshop que tivemos, estudei sobre as transformações do mundo em 58 e vi filmes que retratavam o período", conta o ator. Embora Ciranda de Pedra já tenha sido exibida em 1981, pela Rede Globo, e assinada por Teixeira Filho, esta será uma nova versão reescrita por Alcides Nogueira e baseada no livro de Lygia Fagundes Telles.

"Vai ser bem diferente da outra novela. Estamos tratando este trabalho como se fosse uma trama inédita. Nem discutimos sobre comparações com a versão anterior", ressalta o ator paulistano que também já participou do remake de Sinhá Moça, em 2006, na Globo.

Ao lado de Caio, estão atores e atrizes bastante jovens como Cleo Pires, Danielle Suzuki, Bruno Gagliasso e Max Fercondini. "Acho que esse elenco jovem vai dar força à novela. Além disso, vai ser uma trama dramática, com poucos personagens e bem amarrada", antecipa.

Desde que estreou na TV, Caio Blat tem sido presença quase que constante em folhetins de época. Já participou de sete novelas do gênero e não se importa por ser tão requisitado para este tipo de obra. "Já é natural para mim. Acho interessante estar sempre dando saltos no tempo", afirma.

O convite para atuar em Ciranda de Pedra chegou numa hora não muito usual para o ator. Caio estava na festa de seu casamento - com a atriz Maria Ribeiro - quando recebeu o telefonema de Alcides Nogueira para interpretar o vilão. "O Alcides me ligou e disse que eu estaria na novela. Foi um presente de casamento diferente e eu não pude deixar de aceitar", comenta.

Enquanto as gravações não estão intensas, Caio Blat se concentra nos estudos de seu personagem e torce para que Ciranda de Pedra seja bem-sucedida. "Acredito que uma grande novela vem por aí", torce.

Créditos: TV Press





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também