O Planeta TV

"Big Brother" testa fidelidade e hormônios de Rafinha para levantar ibope

por jeferson, em 15/02/2008

"Big Brother" testa fidelidade e hormônios de Rafinha para levantar ibope

O "Big Brother Brasil 8" descobriu sua galinha dos ovos de ouro. É o músico campineiro Rafinha, 26, que pode levantar a audiência do programa, atraindo a atenção principalmente das mulheres e dos telespectadores mais jovens.

O reality show da Globo aposta no drama do rapaz, que deixou uma namorada fora da casa e enfrenta atualmente constantes testes de fidelidade, no confinamento. Os fãs do "BBB 8" querem saber se o músico vai resistir às tentações femininas, principalmente da jornalista santista Juliana, que o atiça insistentemente.

Na madrugada desta quinta-feira, durante uma festa na casa, Rafinha não conseguiu se controlar e teve de fugir da piscina, escondendo seu estado de excitação com o clima de sensualidade das brincadeiras. Horas depois, logo pipocou no YouTube um vídeo tosco mostrando o vexame do Rafinha "duro" na queda, digamos. Ele já defendeu o direito de visita íntima na casa.

As adolescentes já enxergam no músico um astro. Ele já virou capa da revista "Capricho" e arrebanha fãs, tornando-se um dos favoritos ao prêmio de R$ 1 milhão. O suplício do campineiro diante das necessidades da carne deve durar até o final de março, caso não seja eliminado antes, algo pouco provável diante de sua boa popularidade.

Para a Globo, o sucesso de Rafinha é um dos caminhos para deixar o ibope em ponto de bala. A audiência não consegue superar a barreira dos 40 pontos, às terças-feiras, dia de paredão. Em seus tempos de maior sucesso, o "Big Brother" ultrapassava 50 pontos.

O detalhe interessante é que Rafinha entrou na casa de última hora. Antes da estréia, ele substituiu Gregor Colino Ferreira, 34, que alegou saudades da família para deixar o reality show. Vocalista e guitarrista da banda Miptrock, Rafael Ribeiro Medeiros de Carvalho, mora em Campinas (95 km de São Paulo). O som do grupo pode ser classificado como "emo" (letras emotivas), mas Rafinha recusa o rótulo de emo. Ele também é fã das bandas NXZero e Hateen.

Com informações da Folha Online





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também