O Planeta TV

Aniversário de Maria Bethânia: Relembre sucessos da cantora na teledramaturgia

Aberturas inesquecíveis e romances embalados pela marcante voz da baiana.

por Redação, em 18/06/2017

Foto: Divulgação/Globo

Aniversariante do dia, Maria Bethânia é um importante nome da cultura brasileira há mais de 50 anos. Símbolo maior da rara intercessão entre o sofisticado e o popular, a cantora também emprestou sua marcante voz para inúmeras trilhas de novelas e séries da TV, como O Astro (1977), Água Viva (1980), Fera Radical (1988), Tieta (1989), Retrato de Mulher (1993), Explode Coração (1995), Celebridade (2003) e Eta Mundo Bom (2016). A estreia aconteceu em 1973 com Maldição (Alfredo Duarte/Armando Vieira Pinto), canção de sucesso da primeira versão de Mulheres de Areia (Tupi/1973).

O Planeta TV selecionou alguns desses temas cantados pela grande dama da música popular brasileira.

- Coração Ateu: Gabriela (1975 e 2012)

A composição de Sueli Costa foi gravada especialmente por Bethânia para a trilha sonora da primeira versão da novela inspirada na obra de Jorge Amado. A canção voltou a embalar o romance entre Jerusa (Nívea Maria/Luiza Valdetaro) e Mundinho Falcão (José Wilker/Mateus Solano) no remake escrito por Walcyr Carrasco.

Álibi: Malu Mulher (1979/1980)

Faixa-título do primeiro álbum de uma mulher a superar a marca de 1 milhão de discos vendidos no Brasil, a canção de Djavan foi um dos sucessos da trilha do revolucionário seriado protagonizado por Regina Duarte.

Sábado em Copacabana: Paraíso Tropical (2007)

A canção que embalou a abertura da novela de Gilberto Braga e Ricardo Linhares apresenta Copacabana na visão do baiano Dorival Caymmi. Bethânia gravou a sofisticada versão especialmente para a trama.

- Tá Combinado: Vale Tudo (1988)

A ousada composição de Caetano Veloso foi um dos hits do final da década de 1980, sucesso em partes devido à clássica novela de Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères. A canção foi tema do casal principal, Raquel (Regina Duarte) e Ivan (Regina Duarte).

Fera Ferida: Fera Ferida (1993)

A canção de Roberto Carlos e Erasmo Carlos fazia parte do disco As Canções que Você Fez Pra Mim, enorme sucesso popular de Bethânia no início da década de 1990. A força da voz da intérprete casou perfeitamente com a abertura criada por Hans Donner para a novela de Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares.

- É o Amor: Suave Veneno (1999)

A versão de Bethânia levou o sucesso da dupla Zezé Di Camargo e Luciano de volta às paradas de sucesso quando foi incluída na trilha da novela de Aguinaldo Silva.

Nos últimos anos, Maria Bethânia entrou em estúdio para gravar três canções especialmente para as novelas Babilônia (2015), Velho Chico (2016) e A Lei do Amor (2016): Eu Te Desejo Amor (versão de Nelson Motta do clássico de Charles Trenet), Mortal Loucura (poema de Gregório de Mattos musicado por Zé Miguel Wisnik) e Era Pra Ser (Adriana Calcanhoto).





Comentários (5) Postar Comentário

Ellen comentou:

Rainha q não precisa de coroa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! A maior de todas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Televisivo comentou:

Maravilhosa e única. Bethânia é a melhor cantora brasileira em vida, ela reina absoluta. E reina nas trilhas sonoras também, são incontáveis as suas músicas em telenovelas.

Roque Carlos.. comentou:

Muito obrigado por não esquecer da maior cantora do Brasil.. obrigado Bethânia por existir..

Ellen comentou:

Fico pensando quem são as cantoras favoritas desse povo dando dislike... devem gostar de claudia leite, anita, ludmila kkkkkkkkkkkkkkkkk

Felipe comentou:

lindas as musicas e q saudade de uma abertura com paisagens nitidas igual de paraiso Tropical, nem da p ver direito as imagens na abertura de Força do querer

Veja também