O Planeta TV

"Ai, chega! Não aguento mais", desabafa Gabriela Duarte sobre comparações com a mãe

por jeferson, em 01/07/2010

"Ai, chega! Não aguento mais", desabafa Gabriela Duarte sobre comparações com a mãe

Em entrevista ao jornalista Guilherme Scarpa, do jornal O Dia, Gabriela Duarte explicou que as pessoas a confundiram com a personagem Eduarda - da novela Por Amor -, considerando-a uma chata.

"Tem pessoas que, por uma razão ou outra, têm preconceito contra mim. Durante algum tempo, elas me confundiram muito com a Eduarda, achando que eu era chata, metida. Isso era uma maldição", desabafa.

"Vou morrer sendo muito grata a ele. Mas eu estava muito exposta. Sendo filha da minha mãe na história, a abertura com fotos nossas. Eu tive muita coragem de enfrentar aquilo tudo. Tinha 20 e poucos anos, era o que eu podia fazer e me joguei", relembra ela, que, antes de Por Amor, viveu, no remake de Irmãos Coragem, a mesma personagem que coube a Regina Duarte na primeira versão da novela, em 1970. "Eu não faria Irmãos Coragem. Mas recebi um convite do Luiz Fernando Carvalho (diretor). E não é toda hora que a gente recebe. Quando você faz uma mesma personagem, tem um preço. Esse balanço, em algum momento, foi feito nas minhas terapias. Passei um período dizendo: 'Ai, chega! Não aguento mais'", revela a atriz, sobre as comparações com a mãe.

No momento, Gabriela está vivendo uma fase totalmente diferente, tanto na vida pessoal como na carreira. E, segundo ela, tudo isso tem a ver com Silvio de Abreu, autor de Passione. "Ele é um cara com quem já tive outros contatos. Quando eu ainda estava fazendo Sete Pecados (2007), a gente conversou e ele me disse: 'Gabriela, está na hora de você ter outras oportunidades. Tem que mudar!' E a comédia te faz ver o mundo de outra forma. Eu estou me divertindo, adorando", conta ela.





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também