O Planeta TV

"Chamas da Vida" vai colocar fogo na concorrência!

Por: Prestes a estrear a primeira novela da carreira como autora principal, Cristianne Fridman poderia ser puro nervosismo neste momento. Não é. Dedicada a escrever os capítulos iniciais de Chamas da Vida, trama que substitui Amor e Intrigas na Record, a autor

"Chamas da Vida" vai colocar fogo na concorrência!

Novela de: Cristianne Fridman
Escrita por: Cristianne Fridman, Paula Richard, Renata Dias Gomes, Nélio Abbade e Camilo Pellegrinni
Direção: Rudi Lagemann e Roberto Bomtempo
Direção geral: Edgar Miranda
Diretor geral de teledramaturgia: Hiran Silveira

A AUTORA

Prestes a estrear a primeira novela da carreira como autora principal, Cristianne Fridman poderia ser puro nervosismo neste momento. Não é. Dedicada a escrever os capítulos iniciais de Chamas da Vida, trama que substitui Amor e Intrigas na Record, a autora mostra-se bastante tranqüila. Ela, que sempre foi colaboradora de outros autores na Globo e mais recentemente dividiu com Bosco Brasil a autoria de Bicho do Mato, na Record, acha mais confortável desenvolver sozinha uma história. "Por mais que sejam parceiras, duas pessoas nunca querem contar a história da mesma forma. Agora posso fazer da minha maneira", justifica Cristianne.

Com um quartel de bombeiros em frente a sua casa, no Rio de Janeiro, Cristianne Fridman cresceu admirando os soldados do fogo. E foi essa a inspiração para Chamas da Vida, sua primeira novela, que estréia na próxima terça (8), na Record, às 22h. A autora encontrou no ambiente agitado da corporação o cenário que julga perfeito para o início de sua história. "Muito mais importante do que a coragem e os atos heróicos, a generosidade desses profissionais vai movimentar a história. Vamos falar de solidariedade e de valorização da vida", filosofa. Para sustentar os atuais 18 pontos de média que Amor e Intrigas, de Gisele Joras, mantém na faixa das 22h, Cristianne conta com alguns recursos que pretende revelar, aos poucos, no ar. "Quando escrevi a sinopse, achava que seria exibida às 20h. Com a mudança para mais tarde, posso carregar em temas mais densos e adultos. Quero usar isso a meu favor", adianta a autora.

Cristianne Fridman concedeu uma entrevista exclusiva para o site “O Planeta TV” e contou detalhes sobre a sua novela. Clique aqui para ler a entrevista!

O ENCANTO DOS PERSONAGENS

Não vai faltar ação em “Chamas da Vida”, próxima novela da Record, que estréia nesta terça (08/07). As emoções começam logo no primeiro capítulo, com um mega-incêndio, para que os bombeiros Casé (Milhem Cortaz), Pedro (Leonardo Bricio) e Guilherme (Roger Gobeth), núcleo principal da trama, entrem em ação. O acidente (ou incidente, só o desenrolar da história vai dizer) destrói a fábrica de sorvetes de Walter (Antônio Grassi) e encerra a pequena participação de Rodrigo Faro na novela. Ele faz o papel de um bombeiro que morre durante o resgate. Ao todo eram 300 pessoas no set, entre elenco, dublês, produção e 15 bombeiros de verdade, que prestam consultoria à novela. As cenas usaram também cinco carros de bombeiros de verdade, entre eles ambulâncias e viaturas d’água.

“Nunca vi tanto realismo, morri de medo das explosões. O fogo vinha pertinho da gente. Mas é tudo tão profissional que não corremos perigo”, conta Leonardo Brício. Para Roger Gobeth, tudo parecia uma grande brincadeira. “Para nós isso aqui é uma grande ‘bombeirolândia’, e para os soldados de verdade é moleza, já estão acostumados”, diverte-se.

“Vejo positivamente a estréia de Chamas da Vida, dará evidência ao nosso trabalho. O povo poderá saber melhor como é nosso dia-a-dia”, elogia o tenente-coronel Melhen, comandante do Quartel do Comando Geral. “Os bombeiros que deram suporte à gravação estavam de folga e os carros não seriam usados para socorro naquele dia”, explica Melhen.

É também no primeiro capítulo que vai se desenvolver uma das tramas centrais da novela: o romance entre Pedro e Carolina (Juliana Silveira).

"A Carol vai à fábrica do pai buscar uma câmera, quando acontece o incêndio. Lá, ela vai reencontrar Pedro, um antigo amigo. O problema é que ele está comprometido com Ivonete (Amandha Lee) e Carol, com o 'bad boy' Antônio (Dado Dolabella)", adianta Juliana.

A atriz está encantada com sua heroína pós-moderna. "Ela não é uma mocinha convencional. É independente e não terá vergonha de dizer na cara de Ivonete que foi para a cama com o namorado dela."

A PROTAGONISTA

Forte, decidida e sem papas na língua. O perfil de Carolina, a protagonista de “Chamas da Vida”, da Record, poderia muito bem se aplicar a sua intérprete. Aos 28 anos, Juliana Silveira se prepara para voltar ao posto de atriz principal com uma personagem com quem tem muito em comum. “Eu vinha fazendo personagens infanto-juvenis. A Carolina é mais madura, mais adulta. E, como ela, tenho uma personalidade forte. Quem me conhece, sabe que posso ser terrível!”, brinca, bem-humorada. Essa proximidade é maior do que gostaria, como ela própria admite. A atriz se descreve como uma impulsiva em busca de equilíbrio e deixa escapar que a convivência entre os ímpetos nem sempre é fácil. “É irônico que a Carolina tenha surgido agora, que estou buscando o oposto. Às vezes, acontece uma briga interna por pensar que estou voltando a esse lado explosivo”, revela.

Filha dos empresários Arlete e Walter, vividos por Jussara Freire e Antônio Grassi, a personagem herdou a determinação da família: enquanto os pais batalharam para fazer prosperar a fábrica de sorvetes GG, Carolina comanda a própria produtora de vídeo. “Apesar de ser filha única, ela não é mimada. É decidida até demais, passa uma coisa meio masculina”, define Juliana. Outra marca que mostra o gosto da jovem pela diferença está na cabeça. Dona de madeixas curtíssimas, Carolina demonstra, de cara, que não faz o gênero “mocinha sonhadora”. Juliana chegou a afirmar que tinha medo que o público não aceitasse uma heroína sem cabelão, mas nem isso impediu que ela embarcasse na mudança. “Falei para a equipe: “vamos ousar, fazer uma protagonista de cabelo curtinho”. E foi muito bom, porque assim eu consegui encontrar a Carolina”, relembra.

Só que toda essa independência, exibida da cabeça – de cabelos baixinhos – aos pés – em constantes pares de tênis – cairá por terra quando o destino reaproximar a jovem de Pedro, um amigo de infância vivido por Leonardo Brício. É o bombeiro que vai salvar Carolina de um incêndio de grandes proporções que atinge a GG justamente quando a jovem está dentro da fábrica. “O sonho dela não é casar e ter filhos. Mas isso muda quando eles se conhecem. Ele é o cara que desperta nela o lado romântico e uma paixão arrebatadora”, explica. O enlace seria perfeito, não fossem duas pedras no caminho: Tomás e Ivonete. Interpretados por Bruno Ferrari e Amandha Lee, os dois são os noivos de Carolina e Pedro, respectivamente. Para Juliana, o fato dos protagonistas já estarem envolvidos em relacionamentos sérios com outras pessoas não vai impedir que o público tenha simpatia pelo romance. “A história deles tem muita verdade. Não era esperado, e isso acontece com todo mundo. Acho que as pessoas vão se identificar”, acredita. “Acho que a “sacudida” que a vida dá na gente é que é interessante. E o amor deles é fruto disso”, completa.

Gravando há cerca de quatro meses, a produção tem dispensado os estúdios em favor de externas. Acostumada com cidades cenográficas, Juliana garante que a nova experiência é muito bem-vinda. “Na externa, você está mesmo vivendo aquilo. Isso traz uma verdade muito grande para a interpretação. Não vi o resultado ainda, mas acredito que vai trazer algo novo no vídeo”, torce ela, que tem vínculo com a Record até janeiro de 2011. É o maior contrato de Juliana como atriz, e ela confessa que a decisão nem sempre foi motivo de tranqüilidade. “Bateu um arrependimento em alguns momentos. Pensei: “e se eu não quiser mais, daqui a dois anos?”, revela. Acostumada a não fazer planos na carreira, ela garante que a única certeza é de que continua trabalhando como atriz por mais dois anos e meio. “Mas depois, não tenho idéia. Tudo pode acontecer”, despista.

O GALÃ

Leonardo Brício ganhou fama interpretando personagens que, mesmo não sendo protagonistas, faziam parte dos núcleos centrais de novelas e minisséries da Globo como "Anjo Mau", "A Muralha" e "Da Cor do Pecado". Com 45 anos quase completos, o ator será o protagonista de "Chamas da Vida", que substituirá "Amor e Intrigas" (Record).

Seu personagem, Pedro, será bombeiro. O papel de destaque veio em boa hora. "Estou em uma fase madura da minha carreira, e o protagonista veio em um momento bom, como fruto do reconhecimento do meu trabalho", conta o ator, que estava longe da TV desde "Luz do Sol" (Record), no ano passado.

Segundo Brício, no entanto, o fato de protagonizar uma trama só trará grandes mudanças na sua rotina de gravações. "Tem de preparar a saúde para agüentar o cansaço", diz. Para viver Pedro, Brício encarou vários dias de laboratório.

Na trama de "Chamas da Vida", ele cria os três irmãos mais novos como se fossem seus próprios filhos, depois que o pai morre. Logo no primeiro capítulo da novela, o mocinho perde seu melhor amigo, em um incêndio e, na mesma ocasião, ainda se apaixona pela personagem de Juliana Silveira.

O UNIVERSO DOS BOMBEIROS

O universo dos bombeiros cariocas é o principal tema da novela. A autora pretende valorizar o lado humano do trabalho da corporação.

- Eles têm um lema fascinante, "nada do que é humano nos é indiferente". Meu objetivo é mostrar que eles são pessoas sempre preocupadas com o bem-estar dos outros, às vezes mais do que com os deles mesmos - afirma ela.

O diretor Edgard Miranda destaca as cenas de ação da história, inspiradas em filmes como "Brigada 49".

- Estamos buscando muito essa imagem do bombeiro-herói, como os americanos têm e aqui no Brasil não acontece muito. Temos outros filmes como referência. "Cortina de fumaça" é um deles - explica Miranda.

A protagonista Juliana Silveira conta que a Carolina não é uma mocinha convencional.

- Queremos fugir desse estereótipo. Ela vai ser forte, durona, enfrentar o pai e brigar pelo amor do Pedro - diz ela.

"Chamas da vida" terá ainda um personagem soropositivo. Será Guilherme, interpretado por Roger Gobeth.

- Ainda não sabemos como será o contágio, mas acho que vai ser importante falar como é a vida de um portador do vírus da Aids atualmente. Queremos mostrar que, apesar de já parecer normal, não é fácil conviver com a doença - adianta Gobeth.

O REBELDE

O ator Dado Dolabella interpreta o primeiro vilão de sua carreira na estréia em novelas da Rede Record. Em Chamas da Vida, o ator e cantor carioca é Antonio Galvão, playboy inconseqüente que realiza pequenos atos de violência e vandalismo por diversão.

"Ele não tem a maldade como motivação. Ele é apenas inconseqüente, age por impulso, é um viciado em adrenalina", afirma o ator, um dos últimos do elenco a chegar ao evento da Record, realizado no bairro da Urca, no Rio de Janeiro.

Dolabella afirma que não é um "bad boy" como seu personagem. "Ele é muito diferente de mim. A única coisa que temos em comum é a perda do pai muito cedo", conta o ator, que diz que se inspira no cotidiano e em atores como James Dean para compor Antonio Galvão.

ELENCO

Leonardo Brício - Pedro Galvão Ferreira
Juliana Silveira - Carolina Monteiro de Azevedo Castro
Bruno Ferrari - Tomás Oliveira Santos
Amandha Lee - Ivonete
Jussara Freire - Arlete Monteiro Azevedo de Castro
Antônio Grassi - Walther Azevedo de Castro
Lucinha Lins - Vilma Oliveira Santos
Dado Dolabella - Antônio Galvão Ferreira
Juliana Lohmann - Manuela
Letícia Colin - Viviane Galvão Ferreira
Íris Bruzzi - Tuquinha
Umberto Magnani - Dionísio Cardoso de Oliveira
Ana Paula Tabalipa - Raíssa Mendes
Natália Rodrigues - Suelen
Floriano Peixoto - Miguel
Milhem Cortaz - Cazé
Roger Gobeth - Guilherme
Luiza Curvo - Michelle
Kito Junqueira - Paulo
Giuseppe Oristânio - Roberto Cardoso de Oliveira
Raymundo de Souza - Eurico Camargo
Gabriel Gracindo - Eurico Camargo Jr.
Andréia Horta - Beatriz Oliveira Santos
Thiago de Los Reyes - Gustavo Oliveira Santos (Guga)
Giordana Forte - Cínthia
Igor Cotrim - Jairo
Lisandra Parede - Telma
Vítor Hugo - Marreta
Edward Boggis - Diego
Marilu Bueno - Catarina
Rafael Queiroga - Léo
Guilherme Leme - André
Verônica Debom - Carla
Ewerton de Castro - Britto
Stella Freitas - Roseclair
Catarina Abdala - Margareth
Ivone Hoffman - Odiléia
Lu Grimaldi - Mercedes
Claudiana Cotrim - Marlene
Waldir Gozzi - Ricardo
Vanessa Pascale - Verônica
Roberta Santiago - Gildete Rodrigues
Denise Orthis - Maria da Glória
Dáblio Moreira - Demorô
João Sabiá
Alexander Zimmer

A CHAMADA

O site “O Planeta TV” capturou algumas imagens de divulgação:

A DIVULGAÇÃO





Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também