O Planeta TV

Perdidos de Amor: Uma novela escandalosamente romântica

Trama escrita por Ana Maria Moretzsohn para a Bandeirantes completa 20 anos.

Por: Emerson Ghaspar - Contato: emerson.ghaspar@hotmail.com

Depois de anos escrevendo para a TV Globo, sempre em parceria com outros autores, Ana Maria Moretzsohn estreava como autora titular na TV Bandeirantes com a telenovela Perdidos de Amor, uma obra com forte inspiração nas comédias românticas norte americanas.

A trama central de Perdidos de Amor contava a história de um triangulo amoroso formado por Maria Luísa (Christine Fernandes), Pedro Henrique (Lugui Palhares) e Rodrigo (Cláudio Lins) em suas idas e vindas amorosas.

Maria Luisa é uma jovem rica, bonita e muito astuta, que pertence a uma família aristocrata carioca, mas que está a beira da falência. Seu pai, Fabiano (Edney Giovenazzi) vive de pose e vive gastando o dinheiro que não tem com suas amantes, já a mãe Eleonora (Sônia Clara) é uma mulher elegante, culta, mas que não se interessa pelo mundo ao seu redor e que não percebe os deslizes do marido.  Além disso, Maria Luísa tem um irmão, Guilherme (Thiago Fragoso), que vive aprontando.

Fabiano tem a pretensão de manter seu nível social através do casamento de Maria Luísa com Pedro Henrique (Lugui Palhares), um playboy inveterado que apesar de todo o apelo do pai Olavo (Paulo Figueiredo) para que se torne um homem sério e responsável, vive atrás de mulheres e aventuras.  Pedro Henrique está sempre junto dos amigos Cicero (Jorge Pontual) e Billy (Carlos Thiré) e juntos formam a “Confraria dos Destemidos”.

Pedro Henrique é um típico mauricinho que vive batendo de frente com Jessica Seabra (Carol Machado), uma paparazzi que vive coletando informações que ajudem a publicar biografias não autorizadas. Para isso, ela se disfarça, cria situações, sempre em busca do furo de reportagem e com isso quem acaba sempre levando a pior é sua amiga Tony (Miriam Freeland).

Jéssica é uma feminista ferrenha e logo se torna amiga de Maria Luísa, torcendo para que ela se acerte com Rodrigo, um novo rico que subiu na vida através de seu trabalho e que não possui grandes ambições, sendo um homem simples.

Rodrigo mora em um belo apartamento com a irmã mais velha Sofia (Totia Meirelles), uma deslumbrada que deseja ser aceita nas altas rodas da sociedade, o cunhado Waldemar (Paulo Guarnieri) que se mantem simples, a mãe Amélia (Suzana Faini) e os sobrinhos: Zezinha (Camila Farias), Huguinho (Alan Pontes) e Luisinho (Ricardo Bruno). Além disso, Rodrigo tem um tio, Quintino (Jonas Bloch) que sempre aparece com uma ideia mirabolante.

Apesar de ficar dividida, Maria Luísa resolve levar a ideia do casamento adiante, mas as vésperas da cerimonia descobre que foi traída por Pedro Henrique e desiste de se casar. A jovem então resolve dar uma chance a Rodrigo, mas o casal passará por vários problemas até o derradeiro final da trama. Entre eles Pedro Henrique que resolve reconquistar a ex-noiva, Vivian (Paula Burlamaqui) namorada suburbana de Rodrigo que tenta entrar na alta sociedade carioca e Fabiano que reluta em vender sua empresa à beira da falência, pois em sua concepção significa a decadência de sua família na sociedade carioca.

Paralelo a isso, Lali Massini (Lucinha Lins) é dona de uma empresa que organiza eventos para a alta sociedade e que, além disso, ensina as jovens a conseguir um casamento com um homem rico, ensinando postura, etiqueta, além de estudar toda a vida sobre o candidato a casamento para uma de suas alunas.

Rodrigo (Cláudio Lins) e Maria Luísa (Christine Fernandes). Foto: Reprodução/Band

Depois de anos escrevendo na TV Globo, Ana Maria Moretzsohn chegava a Bandeirantes, que não produzia tramas diretamente, mas que exibia novelas feitas pela TV Plus, que já havia produzido anteriormente A Idade da Loba e O Campeão, ambas sem êxito.

Perdidos de Amor enfocava nos encontros e desencontros amorosos dos protagonistas e na estreia a autora revelou a proposta da telenovela: "Quero envolver o público com uma história leve e divertida. Televisão é entretenimento e novela é evasão",

Com uma audiência de 3 pontos de audiência, a trama ficou aquém do esperado quando o esperado era de 5 a 6 pontos, mas a trama trouxe prestigio para a emissora que resolveu investir em novelas depois de 15 anos sem produzir nada, a última trama havia sido Maça do Amor em 1983.

Devido a repercussão da trama, Ana Maria Moretzsohn foi convidada pela Bandeirantes  para assumir a supervisão do núcleo de dramaturgia da emissora e no ano seguinte lançou a novela Serras Azuis, que não conseguiu a audiência desejada pela emissora.

Destaque para as interpretações de Christine Fernandes (Maria Luísa), Lucinha Lins (Lali), Claudio Lins (Rodrigo), Carol Machado (Jéssica), Totia Meirelles (Sofia) e Edney Giovenazzi (Fabiano). O apresentador Amaury Jr. chegou a fazer uma pequena participação na trama.

Perdidos de Amor lançou duas trilhas: nacional e internacional. A primeira com a atriz Paula Bulamarqui estampando a capa e a segunda com o logo da novela. O álbum nacional possuía as seguintes musicas: A Hora da Estrela/ Lobão, Beija Flor/ Marina Lima, Eu Não Vou Dizer Nada/ Titãs, Péssima/ Nanda Rossi, Dinheiro/ Viper, Mulher/ Nocaute, Salve o Rio/  Nanda Rossi,  Fuga Nº 2/  Mutantes, Tenha Calma/ Djavan,  Estava Escrito/  Ângela Maria e Nana Caymmi, Tive Sim/ Dora Vergueiro, Jeito Danado/  Luiz Melodia, Tô Programado/Papo 10 e Se Eu Fosse/ Cacá e Bruno.

A trilha internacional era formada pelos hits: Lama/ Noa, Machinehead/ Bush, Long Tall Texan/ The Beach Boys, Just When I Needed You Most/ Dolly Parton, Dream Little Dream OF Me/ Louis Armstrong, Dedicated To The Onde I Love/ The Mamas and The Papas, Blue Moon/ The Mavericks, Born To Be Wild/ Steppenwolf, Rain and Tears/ Papa Winnie, American Love/ Sway, Mambo Rock/ Bill Halley, Anxiety/ Goldfinger, I’m Sorry/ Brenda Lee e Nepal/ Celestial. A seleção de repertório foi de Mahirton Bahia.

Destaque para a abertura da trama onde um cupido acerta seus alvos.

Lançada com o slogan de “uma novela escandalosamente romântica”, Perdidos de Amor foi exibida de 28 de outubro de 1996 a 7 de junho de 1997 as 19h, em um total de 160 capítulos. Escrito por Ana Maria Moretzsohn com colaboração de Maria Cláudia Oliveira, Daisy Chaves e Vera Villar, a trama teve a direção de Mauro Faria, Ivan Zettel e Marcio Waismann.

Perdidos de Amor é o típico caso de novela feita para aqueles que adoram uma boa trama repleta de romance e humor , que deveria ser exibida pela Band, afinal há todos os ingredientes para conquistar o telespectador, não é a toa que é “escandalosamente romântica.


 





Comentários (8) Postar Comentário

Glauber Robert comentou:

Curiosamente nunca reprisada, tenho vontade de assistir na integra ,uma novela totalmente Global fora da GLOBO, uma pena a band não investir em produções próprias,tem obras primas em sua historia, Emerson ótimo post,como sempre arrasando.


vlad respondeu:

Verdade. Novelas excelentes como Cara a Cara, prá mim a melhor da Band. Depois vieram Pé de Vento, CavaloAmarelo, os Adolescentes, os Imigrantes, Maçã do Amor....esta foi uma das últimas...depois parou por aí....combater a Globo não é facil.....mas valeu a pena...


Vicente comentou:

Os Imigrantes foi pra mim uma das melhores novelas já exibidas na televisão brasileira...

fabio comentou:

O problema ta nas emissoras sempre tentando ganhar da Globo ao inves de se preocuparem em fazer novelas boas e ser uma otima segunda colocada

Alexandre Félix comentou:

Ana Maria não estrou como titular em uma novela na BAND... Ela havia escrito Esplendor na Globo.


Vlad respondeu:

Mas Esplendor foi de 2000 e Perdido de Amor foi antes, 1996.....


Diego comentou:

A band tem que envestir em novelas brasileira da globo tanta novela boa que A globo tem pra band bortar a globo quis vender novela chocolante com pimenta ela nao quis band besta so fica nessa novela turca sem granca tem envertir em novelas brasileira propa globo ai ela ia ver desbancar a record que fica se achado com essas novelas reliosas isso pecardo que a record fais so pra ganha auduiencia nao concordio


Vlad respondeu:

Diego, voce nao coloca vírgulas nas idéias, no texto....praticamente nao entendi seu argumento.....



Paulo respondeu:

Q português em?


Eduardo comentou:

Gostei demais do post essa novela foi muito boa havia ingredientes básicos para uma trama:romance e humor merecia até uma audiência melhor.Gostaria de uma reprise da mesma.A personagem da Carol Machado era show.Enquanto ao colega que falou que Ana Maria estreou em Esplendor o mesmo está equivocado pois Esplendor foi em 2000 e Perdidos de Amor foi em 1996/97.

Mario comentou:

Eu lembro da novela, das músicas e tenho até o CD nacional.
A Carol Machado era dez nesta novela ("Eu sou mulher e daí...).
Adorava tambem a Tiana da novela, que era a melhor amiga da protagonista
Cristine Fernandes
Poderiam reprisar.

Felipe comentou:

Novela maravilhosa e infelizmente pouco vista e conhecida. Merecia uma reprise nas tardes da Band.

Veja também