O Planeta TV

The Voice Brasil 4x11 - Quartas de Final (Top 16)

Quando a redenção não consegue ser alcançada

Por: Daniel Melo - Contato: [email protected]

Foto: Reprodução/Globo

Semana passada, falei de alguns problemas estruturais do programa, mas deixei de fora, não propositalmente, a questão da votação. Curiosamente, qual a surpresa de todos ao ver que a única reclamação real que pode ser feita pelo programa se diz respeito ao voto do público e as escolhas dos 4 artistas convidados a serem jurados no programa (acho que já podemos parar de falar “técnico”, não é?

Muito bem, essa semana tivemos um excelente grupo de performances, o que me mostra que eu estava certo em exigir mais do programa e que as últimas semanas realmente foram bem aquém do esperado. Escolhas musicais muito acertadas, performances vocais respeitosas e qualidade musical foi vista essa semana, mas ainda assim (mas isso sempre ocorre, em qualquer programa), houve momentos de pura vergonha alheia que não foram corrigidos pelo verdadeiro protagonista, ou melhor, antagonista, da semana: o voto do público.

Esse público votante do The Voice Brasil é uma coisa interessante. Parece que são incapazes de votar em pessoas diferentes ao longo da temporada.Foi assim na 1ª temporada, quando Ellen Oléria, Ju Moraes, Liah Soares e Maria Christina já estavam definidas como finalistas desde o Top 24 (a última um pouco menos que as demais, mas ainda assim); foi assim na 2ª temporada quando Sam Alves, Lucy Alves, Rubens Daniel e Pedro Lima já estavam definidos como finalistas logo ao fim do Tira-Teima; e foi assim na 3ª temporada com Romero Ribeiro e Kim Lírio, sendo Lui Medeiros e a dupla vencedora do ano passado as exceções à regra seguinte: depois que você é votado pelo público uma vez, você tem 99,9% de chance de ser o finalista daquele time.E não se enganem, as performances dessa semana deram muita margem à possíveis reviravoltas na configuração dos nossos favoritos.

Vou pular logo para a parte das eliminações para tratar depois mais especificamente das performances. Em nenhum dos 4 times, exceto o Team Lulu e talvez no Team Michel, tivemos eliminações certas. Nos outros 2, perdemos bons nomes. O Team Michel não teve nenhuma grande perda porque depois de Franciele e Mali na fase passada, qualquer eliminação nesse time que não fosse a de Renato, seria lucro. Nos demais, pudemos claramente perceber, mais especialmente ao Team Milk, que não importo o quão ruim o candidato vá, nem mesmo se ele vem sendo aprovado com performances medianas, se o público já o aprovou alguma vez, ele o continuará fazendo.

Com isso, tivemos candidatos que fizeram excelentes performances na noite, dependendo do seu técnico para avançar para a próxima fase. Então, vamos às performances, organizadas daquele jeito de sempre:

Team Brown - O time mais fraco da noite. Vai contra praticamente tudo que eu disse que essa semana foi aí em cima.

4) Junior Lord - Pérola Negra

Até Junior já parece saber que vai ser o finalista do Team Brown desse ano e vem a cada rodada ficando mais acomodado e desleixado nas suas performances. Acertou na escolha musical, mas errou feio na execução, que foi no mesmo nível da semana passada, ou seja, risível. Lembro que em sua audição, ele veio com uma vibe bem contemporânea, bem pop, que nos lembrava automaticamente de Lucas e Orelha, por motivos óbvios. E apesar de um pouco disso poder ser visto aqui, não conseguiu nos empolgar muito mais. Apesar de ter ganhado em termos de performance, em termos vocais, Junior Lord veio ladeira abaixo ao longo da competição. Ainda assim, 54% do público é capaz de votar no menina tendo Rebeca e Paula para votar. Nunca entenderei.

3) Agnes Jamille - Let’s Stay Together

Agnes, depois da sua incrível batalha com Larissa, em momento nenhum conseguiu provar que merecia mais do que sua parceira de batalha avançar. Agnes essa semana, conseguiu atingir seu ponto mais baixo na competição. “Let’s Stay Together” é uma música que apesar de ter sido bem executada pela cantora, que sim, é uma boa cantora, em momento algum empolga por ser extremamente datada e sempre parecer um karaokê. Nem precisava esperar o resultado pra saber que Agnes seria eliminada depois dessa performance.

2) Rebeca Sauwen - She’s Living Home

O que pensar quando o melhor comentário sobre a voz da cantora vem do apresentador do programa? Sim, Tiago Leifert foi quem descreveu mais perfeitamente a voz de Rebeca: um auto-tune natural. Rebeca é provavelmente, a cantora mais técnica da competição e todos sabem disso, mas apesar de eu ter gostado da performance dela, sabia que ela seria eliminada depois dessa performance. Em grande parte pela escolha musical que é muito longe do ideal artístico que Rebeca aparentava possuir. Se for para cantar alguma música assim, mais calminha, que fosse Black Is Beautiful, da Elis Regina (sim, tenho um caso de amor com essa música, aceitem!), que teria um efeito muito melhor e provavelmente garantiria Rebeca uma vaga tranquila na semifinal.

1) Paula Sanffer - Uma Brasileira

Foto: Divulgação/Globo

Apesar de estar em primeiro, Paula ficou muito longe de fazer uma performance digna de um primeiro lugar. Apesar de uma música que fez muito favores para a sua voz, eu, que sempre defendi Paula aqui nesse espaço, fiquei com uma preguiça absoluta da performance da cantora, que foi bacaninha e tal, mas em nenhum momento realmente me empolgou. Ainda não conseguir ver em Paula aqueles traços explícitos do axé que ela exemplarmente mostrou em sua audição e medianamente apresentou em “Chove Chuva”. Ainda assim, avançou tranquilamente essa semana, porque Brown sempre tenta escolher os cantores de MPB para o seu time.

Team Michel - Se apenas Renato me chamava a atenção aqui, apenas Renato conseguiu fazer uma performance realmente boa nesse time e tirá-lo da lanterna da semana.

4) Matteus - Te Esperando

Mais uma performance genérica para um cantor genérico. Lembro muito bem que na audição do cantor, elogiei a extensão vocal dele, mas aqui nem isso mais consigo fazer. As caras e bocas dele me lembraram um pouco as de Twyla no ano passado. E acabou que foram só os exageros do cantor ficaram na minha mente. Foi ok, mas nada que realmente nos chame a atenção, como toda a trajetória dele no programa.

3) Renan Ribeiro - Maus Bocados

Matteus 2, digo, Renan até que fez um trabalho um pouco melhor essa semana, mas assim como o seu colega time acima dele, foi genérico e em nada chama a atenção. Mais uma vez, vou chamar a atenção para a extensão vocal dele, o que é o único ponto a favor do cantor. E sim, é o mesmo comentário que fiz pra Matteus. Acham coincidência? Bem, a única diferença entre os dois, é que Renan avançou e Matteus não.

2) Edu Santa Fé - Tristeza do Jeca

Edu apelou para uma música que todos conhecem, e justamente quando o acho mais bacana, Michel vai e elimina o cara. Assim, não dá pra... Esquece, já não dá pra defender o Michel há muito tempo. Foi sonolento como sempre, mas dessa vez, ele escolheu uma música melhorzinha. Mas também só isso.

1) Renato Vianna - Oh! Darling

Foto: Divulgação/Globo

Renato escolheu minha música favorita dos Beatles, como se fosse preciso isso para ele conquistar o 1º lugar no meu ranking. Foi um mais do mesmo dentro do que Renato faz, mas foi um mais do mesmo MUITO acima da média. Digo que foi mais do mesmo, não porque Renato foi mediano, mas porque pouquíssimas mudanças de arranjo ou mesmo de inflexões foram feitas, a deixando muito próxima de tudo que já vimos por aí e não se diferenciando. Ainda assim, Renato conseguiu usar seu timbre se uma maneira positiva de novo e ainda fez a sua melhor performance, porém, mostrou mais uma vez que presença de palco ali não há nenhuma, o único aspecto que o nosso futuro vencedor ainda fica devendo. Sim, nosso futuro vencedor, porque se tudo der certo, os 52% dos votos dele não serão em vão na final.

Team Lulu  - Depois de reinar soberano nas audições e ter se jogado num abismo (e permanecido lá) nas batalhas, o Team Lulu realmente brilhou essa semana.

4) Jonnata Lima - Coração Leviano

Caso alguém não tenha percebido, essa performance seguiu exatamente a mesma evolução vocal da audição de Jonata e por isso foi um pouco melhor que o normal, mas eu confesso que tive que assistir essa performance 5 vezes pra saber se tinha gostado ou odiado. E ainda assim acabei em cima do muro. Não digo mais nada.

3)Tori Huang - Bem Que Se Quis

O que vimos aqui foi uma leve lembrança da favorita que Tori era nas audições. A escolha musical foi certeira, pois permitiu que o timbre dela brilhasse de verdade, ainda que as desafinadas tenham virado um hábito para a cantora. As quebras da sua voz, quando bem feitas, são muito boas e fazem com que realmente nos conectemos com o que ela canta. Mas ainda que tenha feito sua melhor performance desde a sua incrível audição, é um pouco tarde para Tori tentar ganhar minha torcida de volta.

2) Joelma Santiago - Who Are You

Joelma é outra que anda caindo constantemente de produção e a cada rodada que passa, me importo menos com a cantora, mas ela foi bem melhor essa semana, apesar de todos os excessos dela. Foi gritada, mas enfeitada e afinada. Foi uma escolha musical válida, porém extremamente válida para uma pessoa que quase foi eliminada e decide ser previsível e com qualidade. Não me importo muito mais com Joelma, mas ainda a queria na semifinal. E lulu também, tanto que a escolheu entre os 3 restantes.

1) Ayrton Montarroyos - Cálice

Nunca fui grande fã do menino e mesmo depois dessa excelente performance, continuo não sendo, mas agora tenho um respeito maior por ele. Claro que ele ainda precisa urgentemente como se portar no palco, mas cantar o hino brasileiro de Chico Buarque contra a ditadura não é pra todo mundo e não consegui sentir muito da força da música vindo de Ayrton, mas tudo bem, afinal, nem todos são capazes de fazer uma interpretação do nível de “A Carne”, na 2ª temporada. Os  44% dos votos do público são a prova de que o finalista do Team Lulu já está definido.

Team Milk - Na média, foi nesse time que tivemos as melhores performances da semana. Inclusive uma que foi a melhor da semana.

4) Brícia Helen - All About That Bass

Quando um técnico (ou melhor, DOIS TÉCNICOS) do THE VOICE BRASIL usa seu tempo de “feedback” para dizer que a sua música foi errada, é porque ela FOI MUITO ERRADA. Brícia não é uma cantora dançante e achei tudo bem ruim. Os vocais de Brícia foram tão qualquer coisa, que nem um karaokê daria mais de 90 para ela. Claudia pode ter se enrolado falando, mas Brícia não é uma cantora do tipo que exala sensualidade e vê-la tentando vender essa imagem quando claramente ela não é esse tipo de artista é desconfortável para nós, que assistimos o programa e para ela, que está no palco. Terceira bola fora da menina! To torcendo contra já, mas o Brasil está contra mim, pois aprovou a menina com 41% dos votos.

3) Alice Tirrola - Minha Alma (A Paz Que Eu Não Tenho)

Alice bem que podia ter assistido a 2ª temporada do programa e visto Cecília Militão ir de uma cantora qualquer na temporada a uma das minhas performances favoritas na história do programa ao cantar essa música. Vocais não faltaram, o problema de Alice aqui foi, além da falta de conexão com a música, a extrema sensação de karaokê. No mais excelente escolha musical, que casou muito bem com o universo pop da menina.

2) Lorena Ly - Encontros e Despedidas

Como não lembrar da abertura da segunda melhor novela dos anos 2000 (Senhora do Destino) com essa música? Bem, com Lorena Ly isso foi possível. A cantora estava tão a vontade, tão confiante e cantou tão bem, que só vim me lembrar da saga de Maria do Carmo e Nazaré Tedesco ao fim da apresentação. Não foi perfeita, mas foi a melhor performance de Lorena na competição.

1) Nikki - Wrecking Ball

Apresentação de Nikki. Foto: Isabella Pinheiro/Gshow

Eu já ouvi tantas versões incríveis dessa música, que esperava que a de Nikki fosse ser mais uma. E até que não foi. Nikki fez sua melhor performance da temporada aqui e a melhor performance da semana com esse show de conexão e vocais. Finalmente pude ver uma artista de verdade e de qualidade por trás da menina do cabelo rosa. Finalmente ela fez valer toda a pimpação dada pelo público a ela e mostrou que realmente merece um lugar na competição. Muito bom trabalho, Nikki! Realmente mereceu ser a escolha de Cláudia essa semana.

Pois bem pessoal, com isso, sinto em lhes informar que graças ao público votante do programa, teremos uma semifinal incrivelmente inferior a tudo que a temporada prometia até as batalhas.

Team Brown: Paula Sanffer, Junior Lord.

Team Michel: Renato Vianna, Renan Ribeiro.

Team Lulu: Ayrton Montarroyos, Joelma Santiago.

Team Milk: Nikki, Brícia Helen.

Acredito que os finalistas serão: Junior, Renato, Ayrton e Brícia; mas torço por uma final com Paula, Renato, Ayrton e Nikki. Triste ver que nessa reta final o programa se aproxima cada vez mais da baixíssima qualidade da reta final da temporada passada. Triste mesmo! Muito obrigado, até semana que vem e votem para o Renato, para termos uma temporada com um vencedor digno novamente.  




Comentários (7) Postar Comentário

Guilherme Azevedo comentou:

Como sempre discordo de vc em relação ao Ayrton kkkkkk pra mim foi a melhor performance fácil da semana, a mais emocionante, a mais forte, enfim, eu sou muito fã dele, o cara escolhe uma música dessa no momento histórico que o país passa pra mim já é uma grande qualidade e ele emocionou demais pelo menos a mim. Em relação as outras performances concordo com vc em tudo, fiquei muito decepcionado com o público que vota nesse programa como sempre principalmente no time do Brown, achei péssima a atuação do Júnior e super injusto ele ter passado no lugar da cantora mais completa dessa edição que é a Rebecca. No time do Lulu foi perfeito Ayrton e Joelma terem passado, são os dois mais talentosos. No time de Michel nem comento nada sobre ele porque é ridículo o quanto ele puxa sardinha para música sertaneja e dessa vez nem teve como fugir, sobra mesmo é o talentoso Renato que eu não acho a oitava maravilha do mundo e acho sim o Ayrton mais talentoso do que ele. No time da Milk achei triste também a eliminação da Lorena até porque gosto bem mais do estilo dela do que o da Bricia pra mim ela era a mais completa do time da Milk e valoriza a MPB. Nikki mereceu passar. Enfim, agora é a penúltima fase e torço para que Ayrton, Renato, Paula e Nikki passem para a final e claro o título tá bem claro para mim que vai ficar entre Ayrton e Renato, um duelo de opostos, dois cantores completamente diferentes e igualmente talentosos. Minha torcida desde já é para o Ayrton.

Edu comentou:

Demorou pra escrever a crítica...rs rs
Incrível como o público vota tão mal, meu Deus, as escolhas n deveriam ir para a mão do público, só estraga o programa, brasileiro não sabe votar nem pra presidente da República quiçá para cantor de reality show...

Eduardo Brandão comentou:

Sempre fico indignado com as péssimas escolhas do público. Acredito que Junior Lyord e Bricia Hellen não deveriam estar nem na semi quem dira na final. A última apresentação da Bricia mostrou a decadência total da artista. Estou com vc a melhor performance da noite foi a da Nikki e estou torcendo por ela sempre spube dp seu potencial. #TeamNikki até o fim

Vitor comentou:

Cara, sou um fã do The Voice e gosto de assistir mesmo com tudo de errado que eles estão fazendo com essa edição. Sei que você deve ter outros compromissos, mas posta a review um pouco antes hehe Sua análise é a única que eu gosto de ver na internet, pois as demais são muito fracas e superficiais. Quando você escreve seu texto a emoção (ou raiva) do programa já passou hahah.
Concordo sobre o voto popular, chega ser vergonhoso. Do jeito que está, a final já está montada há tempos (Bricia, Ayrton, Renato e Jr. Lord). A Bricia tem uma mídia que eu não sei de onde ela conseguiu tirar, pois na minha opinião só fez a apresentação das audições bem feita. O Ayrton é bom, acho que ele consegue passar a sua mensagem, mas não tem um apelo muito grande comigo e não o vejo como campeão. O Junior eu até me recuso a escrever algo sobre, já era pra ter saído da competição há umas 3 rodadas. Já o Renato eu sou um pouco suspeito para comentar, pelo fato de acompanhar seu trabalho desde a época do Raul Gil. Sou um fã da banda Rosa de Saron e o Renato tem algumas participações musicais que me faz aplaudir de pé. Enfim, apesar de não ser o melhor cantor do mundo, acho (sem exageros) que ele estaria no meu Top 3 de todos os que já passaram no The Voice Brasil nas 4 temporadas.
Os demais candidatos semi finalistas: Nikki é boa, mas preferia a Lorena. Mesmo assim, é muito melhor que a Bricia. Paula também é boa, apesar de eu preferir a Rebeca. No inicio eu achava o Renan bom, mas agora só vejo ele como uma copia barata do Cristiano Araujo.
Espero a próxima review, mas já sei quem são os finalistas se o rio continuar correndo deste jeito.
abraço

lucas comentou:

A Brícia é uma excelente artista, de potencial incrível, acho ela melhor que a Nikki. O que me incomoda é a produção, aonde está a técnica da cantora no momento da escolha musical, a duas semanas Brícia vem fazendo escolhas erradas de repertório que poderiam ter sido sanadas pela técnica ou pelo preparador musical ou algo do tipo.

Patrick Leão comentou:

Ficou bem claro no comentário da Cláudia que não são os técnicos que escolhem as músicas dos candidatos. Ai que pergunto, pra que ter os técnicos então? Pra rasgar elogios pra candidatos medianos? Isso aí qualquer um faz.
Brícia é ótima, torço pra ela, porém as músicas que ela escolhe são horríveis e além de horríveis ela faz péssimas apresentações, não dá pra defender ela. Amo Nikki de paixão, conheço ela há um bom tempo e estou achando que ela vai pra final. Não gosto dos outros cantores, Renato é um grande cantor, realmente ele não tem presença de palco, mas como o programa é sobre "a voz" acho que a presença de palco não faz muita diferença (Pra mim faz rs). Ayrton é muito bom, incrível, mas não consigo torcer pra ele, Joelma é boa, mas pra mim tanto faz, Renan e Jr nem preciso comentar.. CHATOS. Paula é boa, mas nada de espetacular.
Mesmo torcendo pror Brícia, por uma final digna torço por Renato, Nikki, Paula e Ayrton. Mas como sei que não vai ser assim, já estou confirmado e já me conformei com o Renato campeão

luiz comentou:

os candidatos deviam ser todos obrigados a cantar em portugues,afinal o the voice não é Brasil.
coloquem o Renato Viana pra cantar encontros e despedidas para ver como ele vai se sair,
é muito facil esganiçar como um galo com musica americana, quero ver é cantar uma bossa nova, um samba,um baião, até um sertanejo, como tristeza do jeca, asa branca, aí poderemos fazer uma avaliação reta, para todos.
o the voice é Brasil.


Patrick Leão respondeu:

Mas a música é universal!,


Veja também