O Planeta TV

FESTA GUARANÁ SEM MUITO AGITO E UM BBB QUE JÁ DESENHA SEU DESTINO

Por: Daniel Sena

FESTA GUARANÁ SEM MUITO AGITO E UM BBB QUE JÁ DESENHA SEU DESTINO

O BBB é um jogo de contradição e é até aceitável o tanto que os participantes dizem uma coisa e fazem outra. É o caso de Jonas que já cansou de dizer que não ficaria mais com Renata por "n" motivos e mais uma vez curtiu com a garota na "Festa Guaraná". É assim também as idas e vindas de Laisa e Yuri ou a mania que os broders tem de dizer que não vão votar em "x" pessoa e quando chegam no confessionário mandam ver. O público tem uma memória de elefante, ajudada pela edição e dificilmente perdoa deslizes. Vários jogadores que começaram mau em outras edições e depois conseguiram reverter o quadro de rejeição, acabavam eliminados quando competiam com alguém que teve uma conduta mais linear. Falo isso, porque Renatinha, do quarto selva é uma das jogadoras mais carismática do BBB, diverte demais com seu jeito peculiar, suas brincadeiras, mas foi contaminada pelo grupo que gosta de brincar de "desconstruir".

Yuri, Rafa, Renata, Monique e Laisa já elegeram um alvo para o próximo paredão: Fabiana. Mas caso peguem o líder não vão pestanejar em planejar um Fael x Jonas. A Selva teima em jogar seu jogo para o público, em suas conversas, tentando convencê-lo de que está agindo certo e se por ventura não estiver, foi um erro emocional deles, por estarem se defendendo. Era assim que a Lia, de um outro BBB, esquematizava seus planos, em intermináveis papos em que relatava seus motivos de indicação. Monique e Renata são as que mais conversam com o público. Elas dizem que se uniram por afinidade, depois que o jogador "y" que querem indicar mudou o comportamento e dai passam a enumerar fatos que não correspondem a realidade. E pintam o jogador da forma que não são. Uma mentira dita várias vezes, vira uma verdade.

Quando Ronaldo foi eliminado por Fabiana, deram um jeito de acreditar que ele só saiu porque brigou com ela um dia antes e ainda botaram na cabeça que a diferença entre eles foi pequena. Independente disso, o quarto selva é uniforme em suas decisões, mas promete sucumbir. Só não caiu ainda, porque Kelly e Fabiana são dois enfeites que passam pela casa. (E eu já apostei em Kelly como destaque aqui). As duas não acrescentam nada a berlinda e ainda foram responsáveis pelo paredão praia x praia, por não seguirem o voto do grupo.

Agora, preocupadas, estão querendo se articular, mas pode ser tarde demais. Este BBB 12, lembra muito o que foi vencido por Diego Alemão. Em determinado momento do jogo, todos os aliados de Diego foram eliminados. A última amiga a sair, foi a Flavia e daí, Diego ficou sozinho na casa com mais 6 adversários. Ele eliminou um a um e foi o vencedor. É isso que deve acontecer, caso a "Praia" continue nessa maré de azar em provas "super mau boladas" pela produção (Chegam a ser infantis). Fael e Jonas se apresentam como os mais fortes até aqui. O campeão - pra mim já é um fato - é da praia e neste momento está entre Fael e Jonas, muito mais para o cauboy - por que ainda não deslizou e o Mister já tem uma série de pendências com o público.

Na festa desanimada por Claudia Leitte, antes das duas da manhã já tinha gente se recolhendo para dormir. Como sempre Renata animou até o fim. Fabiana parece que perdeu a pilha, Kelly dorme cedo. Fael e Jonas estão tensos demais para curtir. João Carvalho sabe que o ele está na reta e está preocupado. Laisa não pode ser líder e Yuri já decidiu tirar Jonas da prova. Prova está que não será de resistência e sim um jogo de cartas que ainda dará ao vencedor, uma moto.

Na sexta ou no sábado uma prova que promete gerar mais discórdia para escolher o anjo. Perguntas sobre o cotidiano da casa e as impressões que eles têm uns dos outros serão feitas aos participantes. As respostas geram a eliminação dos concorrentes da disputa, até que o último sobrevivente vire o novo Anjo da semana.

A produção do BBB dorme no ponto. Esta edição tem participantes até que poderiam esquentar o jogo, mas ele nunca pega fogo. Tá morno. Acredito que hoje seria o dia de uma prova de resistência. Ninguém ia querer largar a possibilidade de ganhar e ai sim a disputa seria interessante. Mas vamos ver o desenrolar de hoje a noite. Se a sorte não virar, vão invadir a praia!




Comentários (0) Postar Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Veja também