O Planeta TV

Crítica: Vidas em Jogo precisa fortalecer os dramas e seus vilões

Por: Jeferson Cardoso

Crítica: Vidas em Jogo precisa fortalecer os dramas e seus vilões

Quem acompanha o blog sabe o quanto idolatrei "Chamas da Vida" assim como estava ansioso para a estreia de "Vidas em Jogo", de Cristianne Fridmann. A ansiedade desta vez não foi tanta, visto que me decepcionei com as últimas expectativas, mas estava curioso.

A autora soube apresentar muito bem os seus personagens, dando destaque a cada um deles. Deixou claro que o folhetim possui vários protagonistas. A fotografia da novela é muito bonita; a trilha sonora é interessante; o elenco é ótimo; e, a sinopse idem.

Confesso que precisei de um pouco de tempo para chegar a uma opinião em relação a "Vidas em Jogo". É boa? Sim! Estou gostando? Sim!

No primeiro capítulo, achei desnecessária a cena de perseguição nos Lençóis Maranhenses. Pensei que o sumiço dos irmãos de Francisco (Guilherme Berenguer) tivesse uma carga mais dramática. Talvez isto seja explorado mais adiante. Uma pena, já que prefiro drama às cenas de perseguição. Também não gostei do tema de abertura, que por sinal é muita curta.

Não consigo entender por que os autores estão optando por humanizar os seus vilões. Entendo que – em novelas – vilão é vilão! A personagem Regina, interpretada pela excelente Beth Goulart, tem uma relação interessante com a filha, mas são chatas as cenas em que a "vilã" aparece ao lado de Cléber (Sandro Rocha). Em duas semanas – confesso – não suporto mais essa história de "desocupa o meu prédio"! Talvez digo isto porque sinto falta de uma verdadeira vilã, que deixasse a saudosa Vilma (de “Chamas da Vida”) no chinelo.

Li uma crítica onde comentava sobre a sintonia do núcleo de vilões, do qual discordo totalmente. Sandro Rocha, a meu ver, foi escalado equivocadamente. Posso estar errado, mas sua atuação não convence. Não sinto raiva do personagem e, em alguns casos, acho graça de sua atuação. Sei que é a sua primeira novela e que só foi escalado porque se destacou no filme "Tropa de Elite", mas a direção não poderia se precipitar, visto que é um personagem de destaque.

Outro personagem está me intrigando: Carlos (André Di Mauro). É insuportável! Nada contra o ator, mas ele não soube construir bem o papel. A sua atuação, em alguns momentos, lembra os trejeitos de Lipe, o pedófilo de "Chamas da Vida". Quando vai chorar então... meu Deus!

Os pontos positivos da novela estão os personagens de Julianne Trevisol, Guilherme Berenguer, Thaís Fersoza, Betty Lago, Leonardo Vieira, Lucinha Lins, Luciana Braga, Vanessa Gerbelli e, claro, Mylow, o intérprete do cãozinho Zé.

Adoro o casal Rita e Francisco. Julianne e Guilherme têm uma química fantástica. Eles dançando é sensacional.

Gosto bastante da Marizete e Rita, mas infelizmente estão tendo pouco destaque. A autora – nesses capítulos iniciais – resolveu apostar em cenas de ação e deixou o drama e a comédia de lado, o que acabou afetando a audiência.

Não sou contra cenas de ação, pelo contrário, o público da Rede Record exige isto. Só que uma novela não pode deixar o drama de lado. "Chamas da Vida" se destacou assim e Walcyr Carrasco está salvando "Morde & Assopra" focando em personagens dramáticos.

Acredito que Cristianne Fridmann, excelente autora que é, já percebeu o que não está agradando (em visão ampla) e – provavelmente – corrigirá a tempo para driblar os preciosos índices do Ibope.

Enfim, meus queridos, não estou decepcionado com "Vidas em Jogo". Estou gostando da narrativa e continuarei acompanhando. Sabemos que a novela possui bons temas a serem abordados ao longo de seus 200 capítulos. Só precisa centralizar histórias, bem como fortalecer os dramas e seus vilões.





Comentários (52) Postar Comentário

Charles comentou:

Concordo!!
Eu esperava mais dessa novela, mas ainda assim estou gostando!!
Também detesto o personagem do Andre di Mauro.. o Carloss.. ja falei que ele ta parecendo um idiota!! não desce.. é toda hora uma carinha de choro, esquisito!
Nao gosto da atuação do Sandro rocha.... péssimo! Rômulo Arantes Neto idem!

O que chama mesmo atenção na trama é Marizete, interpretada por Bety Lago.. pena que essa ainda não ganhou o destaque merecido!! são pouquissimas as cenas em que ela aparece!!
Gosto de Rita , mas toda hora ela repete o nome do CARLOS e FRANCISCO.. enjoa
Outro que esta muito bem é Silvio Guindane... rola uma quimica bacana entre ele e Roseli ...
O núcleo formado por Luciana Braga, Marcela Barrozo e o pai também é interessante... òtima atuação de Luciana!!
a abertura é curta e não passa todos os dias!!
Acho que ta faltando mais emoção!! é isso


Jeferson Cardoso respondeu:

Sim, falta emoção porque não tem drama. =D


Thiago Correia comentou:

Não consigo entender como ribeirão dava 11, 12 pontos e essa excelente novela apenas 8,9... :soraia: :soraia: :sofrendo:


Jeferson Cardoso respondeu:

Ribeirão do Tempo também marcava 7/8/9... ficou marcando isto por 8 semanas consecutivas. O povo é quem tem memória curta. Rsrsrsrs.


Marcos pereira comentou:

Denovo jeff denovo!
Pelo amor de Deus!
tanta coisa na tv para comentar!


Jeferson Cardoso respondeu:

De novo o quê? Ficou combinado que em duas semanas dedicaria um tópico à novela. E vou continuar comentando sempre que achar necessário. Abs.


César comentou:

Jeff e quanto ao personagem da Simone Spoladore?O que achou?


Jeferson Cardoso respondeu:

Gosto do personagem dela e a química com o Marco Pitombo funciona. =D


Fábio Dias comentou:

POST DE HOJE JEFERSON DIZ: Quem acompanha o blog sabe o quanto idolatrei "Chamas da Vida" assim como estava ansioso para a estreia de "Vidas em Jogo", de Cristianne Fridmann. A ansiedade desta vez não foi tanta, visto que me decepcionei com as últimas expectativas, mas estava curioso.

POST ANTERIOR:
Alguns devem estar questionando o porquê de minha euforia. Sou fã da autora, idem do diretor, mas estava preocupado com o recheio do bolo, digo, com o elenco. Uma bobagem, visto que, Avancini reuniu o que há de melhor no casting da Record. A nova novela de Cristianne Fridman tem todos os ingredientes para ser um grande sucesso.

JEFERSON VC ESTAVA SUPER ANSIOSO SIMMMM! KKKKK

Mas.... a novela não é essa coca-cola toda. AINDA. SERA Q SERÁ? Eu estou vendo é superior a tudo que passa no horário, principalmente ao grande fiasco AMOR E REVOLUÇÃO. Cenas de emoção, tem até que tem. Mas tem ações desnecessárias.

NÃO SUPORTO: A Rita e o Carlos.
ADORO: Francisco, Lucinha Lins, Marizeteeeeee, etc

Mas a novela é bem básica ainda, vamos ver se a próxima fase surpreende e empolga mais.

Engraçado como todas as novelas criam um grande acontecimento para dar uma virada. IC a vingança de Norma. Viver a vida, o acidente de Luciana. Passione, o assassinato de Saulo.

Quero novelões como A FAVORITA, SENHORA DO DESTINO, COBRAS E LAGARTOS, CARAS E BOCAS!!!!

aBS

Henrique comentou:

Pois é Vidas em Jogo foi uma decpção pra mim... Os atores da Record deixam muito a desejar, bom a fotografia e Linda mesmo e historia também e o problema são aqueles atores orrendos... a protagonista parece uma abestalhada com aquele olhão dos Mutantes rsrsr, é minha gente novela ainda não é o forte da Record.

Jeff você é aquele da Olga quando ela estava na Rede Tv?


Jeferson Cardoso respondeu:

A Trevisol, às vezes, lembra muito a Gór. É que a personagem foi marcante na saga dos mutantes. Rsrsrs. Nunca fui a nenhum programa de televisão, por enquanto. Rsrsrsrs. =D


laercio comentou:

Estou gostando da novela mas é preciso fortalecer o os vilões...
Colocar mais ódio e maldade não seria nada mal... :sorriso1:
jeff pelo que percebir nos ultimos capitulos parece que a personagem da lucinha lins teve seu momento de vilania na trama e adoreiii... :implica11:
Acredito que a novela vai engrenar mesmo só depois do desfecho do bolão quantos todos ficarem ricos.
Acho que depois que a D.Regina ficar pobre ela mudara para a casa da mãe da rita é o que acho.
No mais estou gostando vamos aguardar os próximos capitulos que prometem ser eletrisantes devido a audi~encia :vibra1:

Mateus T. comentou:

Continuo gostando de Vidas em Jogo. É claro que muito do que eu esperava não vingou, mas é complicado agradar a gregos e troianos.

Concordo contigo, Jeff. Eu ODEIOOOOOOOOOO o Carlos. Nem dá pra torcer por ele, sério. Mas amo o cachorrinho. Outra coisa são aquelas cenas de ação daquele personagem (Ivan?) que são forçadíssimas. Teve uma terça ou quarta, que não deu pra acreditar que era verdade. É, e eu também odeio ele. É novela, mãs.

A personagem que eu mais gosto é a Rita. É, de todas, a mais bem construída. Não é uma mocinha convencional (e nem chata). E o melhor: a Trevisol está dando conta do recado.

Abs! :tchauGrazi:

Ivan comentou:


Vidas em Jogos, como eu falei muitas vezes, é mais uma *** da Record. Sem noção. História ruim, uma decepção.

O q vc tá achndo de Insensato Coração. Tá sabendo que Leo vai morrer depois que Norma ficar rica, e vai ficar: Quem matou Leonardo Brandão?

Qual são as novelas que marcaram sua vida???

Guilherme comentou:

Você deu uma volta tão grande para comentar Vidas em Jogo, talvez porque nao quis dar o braço a torcer, mas em suma você quer dizer: a novela nao é bom! Diga isto logo de uma vez, porque é mais facil ser direto, realmente eu ja parei de assistir esta novela, muito sem noção! abraço


Jeferson Cardoso respondeu:

Gosto da novela e, como disse, só não curto a atuação de dois atores. E acho os vilões muito humanos. Apenas isto. Abs.


Veja também