O Planeta TV

Band e Record precisam de profissionais que entendam de TV

Por: Jeferson Cardoso

Band e Record precisam de profissionais que entendam de TV

Audiência: A que vale é a de São Paulo!

Fico impressionado como algumas pessoas, que não aceitam o fracasso de um determinado programa, tentam fugir da realidade. Vou citar como exemplo a reação de Roberto Justus, que não aceitou a derrota para Luciana Gimenez. Para defender seu péssimo programa, diga-se de passagem, o apresentador argumentou que seu programa dava o dobro do programa de Luciana Gimenez na audiência nacional. Quanta bobagem, minha gente. Como publicitário, Justus deveria saber que a audiência que vale é a de São Paulo. Para o mercado publicitário o restante do Brasil não tem peso algum. Vou repetir para que fique bem claro: PARA O MERCADO PUBLICITIÁRIO... Com isto, meus queridos, não adianta um programa marcar 70 pontos lá no Nordeste, que será considerado fracasso, uma vez que, marque apenas 10 na Grande São Paulo.

Faltam profissionais

No último mês, a Record fez um mega evento, com a presença do presidente Lula, para inaugurar seus novos estúdios no RecNov. Realmente o investimento é grande, os estúdios ficaram bonitos e até impressionaram os grandes profissionais da Globo, no entanto, a emissora carioca não tem o que se preocupar. Enquanto a Record viver na sombra da Globo ela não vai a lugar nenhum. A emissora do bispo Edir Macedo precisa esquecer a líder e se preocupar com a segunda colocação, que ainda é ameaçada pelo SBT. A Globo, nos últimos anos, vem apresentando queda brusca de audiência, mas ainda é muito superior à Record. A verdade é simples: a Globo, mesmo em queda, não está preocupada com a audiência, e sim, com a qualidade de seus produtos. Enquanto isto a concorrência segue sem pessoas competentes até para montar uma grade de programação. Vamos com calma, não vamos generalizar: pessoas competentes tem sim, mas em alguns departamentos faltam. Faltam, principalmente, diretores que entendam de TV.

Emissoras que vivem de merchans

Até entendo que sem publicidade um programa não consegue ir pra frente, mas a Band e Rede TV! exageram. Nos últimos dois anos, as duas emissoras tentam de todas as formas elevar a audiência matinal. Só que não vai adiantar nada enquanto os merchans forem responsáveis por 50% do tempo de exibições dos programas. No mês passado, a Band trocou Patrícia Maldonado e Lorena Calábria por Silvia Poppovic e os números continuam os mesmos, ou seja, pífios! Varia entre 0,4 e 0,8 de média, que para alguns é considerado traço. Essas pequenas emissoras precisam ter controle e respeitar o seu público. E mais, trocar Maldonado e Calábria por Poppovic, sem querer menosprezá-la, é o cúmulo da burrice, mas é o que podemos esperar de uma emissora que só visa 3% de audiência, pelo menos foi o que disse o vice-presidente Marcelo Meira, aquele que foi o responsável pela saída de Elisabetta Zenatti da direção artística.

Gugu, na Record, sai no lucro!

Quero aproveitar para responder algumas perguntas. Semana passada, fui questionado porque não explorei a queda de Gugu. Sim, podia ter criado uma nota com um título bem chamativo para bater recorde de visitas, só que o feriado impossibilitou. Não foi só o Domingo Legal da Record que caiu! O número de ligados (share) estava muito baixo. Acusaram-me de estar puxando saco. Como assim? Primeiro porque o Programa do Gugu está longe de ser um bom programa e segundo porque raramente assisto-o. E mais, 10 pontos para este programa já é muito, então os 12 ou 13 que vem marcando já é lucro. Agora se tem uma coisa que preocupa bastante é Silvio Santos. Como pode o melhor apresentador da TV Brasileira ocupar a quarta posição há mais de um mês?

Prévia após o acidente

De acordo com dados preliminares, nesta sexta (06/11), a novela Viver a Vida marcou uma média de 36 pontos e pico de 41. O acidente não alterou em nada a audiência da novela. Para subir os índices, Manoel Carlos precisa apenas de uma coisa: agilidade. Não vejo a novela, mas desejo boa sorte.




Comentários (18) Postar Comentário

Tarcísio comentou:

Agora sim, Jeferson, você conseguiu se contradizer! E sabe porque?

Porque, aqui, neste mesmo espaço, quando disseram que Cama de gato estava indo razoalvemente bem devido ao share baixo, você alegou que essa desculpa "não colava". Agora, quando o assunto se refere à queda brusca do Programa do Gugu, você acusa o mesmo pelo fato do share estar baixo!
Sinceramente, eu não consegui digerir essas suas afirmações! E nem sei se conseguirei!

Resposta Jeferson: Tarcisio, meu querido, entenda uma coisa. É óbvio que o share influencia na média, no entanto, na minha modesta opinião, se uma novela tem uma audiência instável é porque não tem um público fiel. Independente de audiência adoro Cama de Gato. E seu único problema é apenas aos sábados, quando fica com uma média pífia. Isto não é contradição, e sim, um ponto de vista.

Emanuella comentou:

Pois é, a audiência que vale é a de SP mesmo, e nem adianta reclamar! Mas acho que, para termos uma idéia de como as emissoras estão, seria interessante uma média nacional.
Com relação à falta de profissionais bons em alguns canais, concordo: por exemplo, na record: eles só estão pensando no imediato, não estão pensando no futuro! Colocar duas edições seguidas de "a fazenda" com certeza vai garantir bons índices à emissora, mas será que vale a pena? Isso pode desgastar rápido demais a fórmula e fazer o público perder interesse nas próximas edições. Mas, o mais grave disso, é que, dando atenção exagerada à fazenda, a :record1: está sacrificando as novelas, mudando as mesmas de horário de acordo com o reality. Do que adiante aumentar os estúdios e gastar rios de dinheiro em cada capítulo, se, por conta de um programa, eles esquecem de dar atenção à teledramaturgia? Isso pode ter consequências irreversíveis! Concorda Jef?
Realmente rede tv e band abusam dos merchans, haja paciência! :zuando31:
Concordo com vc, VAV só precisa ser mais ágil pra subir no ibope, tem que colocar logo a mocinha sofrendo e a vilã atuando! Para mim a novela é boa, mas precisa de mais dinamismo, ACORDA MANECO! :puloduplo1:
Jef, com relação ao Gugu acho que vc cometeu uma injustiça: vc disse que não podemos dar desculpa de share baixo em relação à cama de gato, mas e o gugu? Acho que o gugu sim, NÃO TEM PÚBLICO FIEL, é só acompanhar os números, um domingo dá 16, outro 11 com anti-pico de 8 em quarto lugar! Abs. :fui1:

Resposta Jeferson: Emanuella vamos esquecer Gugu? Rsrsrsrsrs. Como disse, ele não tem nada para reclamar. Ganha fortuna e registra uma audiência equivalente ao seu programa. Abs.

Felippe Reis comentou:

Você falou besteira!
O justus não se preocupa muito com a media em SP pq idependente disso o faturamento é alto! mesmo com uma audiencia entre 5 e 6 pontos, desde o começo o numero de patrocinadores e anunciantes cresceu!

O Mercado nao olha so a audiencia, mas tambem a credibilidade que determinado apresentador passa no produto que é anunciado.

o programa tem 3 grandes empresas como patrocinador, e começou com 1, a baixa audiencia nao impediu de ter 3 intervalos comerciais com grande nmarcas anunciando e de ganhar mais 2 patrocinadores, pq?
Pq justus passa credibilidade no que anuncia.

Falta você destacar aqui que o SBT consilidou-se como vice lider isolada entre 21h15 e 22h com sobrenatural, deixando a tenebrosa brasileixicana "Bela, a afeia" em terceiro lugar no horario!

calopsito comentou:

eu disse pra vc q a novela tá lenta e vc concordou tb... precisarão muitos conflitos na trama pra voltar aos 40!

Alan comentou:

Jeferson, discordo CABALMENTE dessa ideia de que "só a média de SP importa, para o mercado publicitário".

Acredito que, sim, ela deve servir de PARÂMETRO NACIONAL, para indicar como está a emissora pelo país... como PARÂMETRO, sim. Mas como único pólo relevante, JAMAIS.

Outra, você acha que uma empresa ao patrocinar um programa, etc.. Não vai querer saber a média nacional ou em cantos específicos do país? CLARO QUE VAI. O oposto não entra em minha cabeça e vocês fazem ilações com base em dados que desconhecem.

Pois vocês não tem acesso a informações do tipo para afirmar que eles se baseiam estritamente no campo de SP. Obviamente que isso é uma inverdade imensa. E outra, acho ridículo expor um fato desse como verdade inexorável, uma vez que você menospreza todos os outros telespectadores do país, na sua forma de consumidores, ao afirmar que só o mercado de São Paulo importa.
Então São Paulo é o BRASIL? Se eu for anunciar um produto, só me preocuparei com os 35 pontinhos de SÃO PAULO, pois os 46, 48, 50 que marcam no nordeste e no sul do país não me importam... né, afinal só vou ter consumidores em SÃO PAULO.. Idéia absurda, talvez a soma dos outros polos importem ainda mais que SÃO PAULO, exclusivamente.

CARA, ESSE É O MAIOR CONTRASSENSO ADOTADO E PREGADO POR AQUI.

Uma área, sei lá, com 20 milhões de "telespectadores/consumidores" ser a única que importa em um país de 180 milhões de habitantes.
Afirmar isso da forma que você faz beira a burrice, perdoe-me o teor da palavra, mas é, de fato, incongruente ao extremo.

Resposta Jeferson: Alan, meu querido, para a mídia e publicidade, infelizmente, o que importa é São Paulo e em segundo plano o Rio de Janeiro. O resto, por enquanto, é resto! Rsrsrsrsrsrrs.

MARCOS comentou:

A Emanuella do Piauí tá parecendo o Rubens Barrichello. Sempre chega em segundo pra comentar, kkkkkk!!!! :chorando1:

Me desculpe a brincadeira, por favor.. Só estou dizendo uma curiosa verdade, tá? Abraços para todos, e Jeferson, parabéns pelo blog.

:vazando1:

Bruno comentou:

Volto a repetir Jefferson: agilidade não é o problema da trama de Manoel Carlos.Suas novelas sempre tiveram um ritmo mais lento e mesmo assim isso não impediu do autor nos brindar com ótimas histórias. È necessário coragem, pois Maneco é um autor consagrado, para dizer que o real problema de Viver a Vida é Qualidade. A novela é ruim e ponto. Sem história, personagens ruim ,atores mal escalados. Aposto que se nós brasileiros tivéssemos opções de qualidade ou até mesmo programas diferenciados( Os Mutantes é um exemplo, trama diferente, mas que passa longe de ser de qualidade), Viver a Vida estaria patinando em médias abaixo dos 30 pontos.
Finalizando, acho uma análise superficial e até perigosa colocar a culpa na falta de agilidade da trama. isso cria uma certa pressão para que os autores desenvolvam histórias com ritmo frenético.Isso , de certa forma,coloca uma camisa de força na criatividade ao estabelecer uma nova regra que ao fim resultaria na falta de diversidade.

João Pedro Reis comentou:

Pra mim, Viver a Vida é a novela mais ágil de Manoel Carlos, e uma novela ágil sim. A novela não tem nem um quarto de capítulos exibidos e bastante coisa já aconteceu, convenhamos. Se fosse em outra novela, Helena e Marcos ainda estariam casando, e o acidente de Luciana só iria ser lá pro capítulo 80, não acha Jefferson?

Abraços, João Pedro.

TIARLI comentou:

A RECORD PRIMEIRAMENTE PRECISA CRIAR A SUA GRADE DE PROGRAMAÇÃO PARA SABER ONDE VAI COLOCAR SEUS PROGRAMAS SEM INTERFERIR NOS OUTROS.
-
ATÉ EU Q NÃO SOU ENTENDIDO DO ASSUNTO BOTEI MINHA CABEÇA PRA FUCIONAR E CRIEI UMA PROGRAMAÇÃO DE EXEMPLO PRA RECORD.
-
Segunda a Sexta
-
07:00 - Esporte Record (Programação Local)
07:30 - Noticiario Local
08:30 - Fala Brasil
09:30 - Hoje Em Dia
12:00 - R7 Online (Jornal com as principais noticias do portal)
12:45 - Noticiario Local
13:45 - Na Telinha (Programa sobre bastidores e famosos)
14:30 - Novela original e inédita da Televisa
15:30 - Hora do Recreio (Desenhos animados inéditos)
17:30 - Série inédita
18:00 - 1° horario de Novela
19:00 - Jornal da Record
19:45 - Noticiario Local
20:15 - 2° horario de Novela
21:15 - Os 10 + (clipes de músicas pedidos do dia)OU REALITY
22:15 - 3° horario de Novela
23:15 - Realitys, Super Tela e outros programas
00:15 - Séries
-
Sábado
-
08:30 - Fala Brasil
09:30 - Sessão Diversão (Filme Infantil)
11:00 - Game Sh☆w (dos Famosos com Celso Cavaline)
12:00 - R7 Online (Jornal com as principais noticias do portal)
12:45 - Esporte Fantastico
14:30 - Cine Aventura
16:00 - O Melhor do Brasil
19:30 - Jornal da Record
20:15 - Legendarios com Marcos Mion
22:15 - Tela Maxima
00:15 - 50 por 1 ou Talk Show
-
Domingo
-
08:30 - Programa sobre cultura regional (programação Local)
09:30 - Hoje em Dia (com anonimos na passarela)
12:00 - Tudo é Possivel
15:00 - Domingo Aventura
17:00 - Domingo Espetacular
20:00 - Programa do Gugu
00:00 - Série A Nova Super Máquina
-
AH SE A RECORD INVESTICE NA SUA PROGRAMAÇÃO! :pensando1:

Rodrigo comentou:

Sim voce esqueceu de dizer que muitos consideram a audiencia de outros estados sim. Nenhum publicitario do Sul ou do Nordeste vão ficar preocupados com os indices de SP pra vender seus produtos.

Cito mais dois casos. A Ricardo Eletro fazia varios merchans na novela Paraiso sendo que a loja não tem nenhum ponto de venda em SP mas sabia que a novela no inteiro do Brasil era um mega sucesso.

Mesma coisa quando A Favorita dava 50/60 pontos no Sul e no Sudeste ainda ficavam em 36/37, mesmo assim lá no Sul tinha fila de anunciantes para pormover seus produtos na hora da novela

Então se vale a audiencia de SP, claro q vale mas pra SP, pq ninguem q moralonge de SP ta se importando com ela rs.

Ha e não seja contraditorio qd Cinzas da Vida marcava 30 pontecos lá em Fortaleza kkk vc ficava postando varias notas no site, como se isso valesse algo neh??kk

Resposta Jeferson: E não vale mesmo! Não é porque marcou 30 pontos lá no nordeste que fez o mesmo sucesso em SP, quando perdia até para Pantanal. Abs.

Veja também